Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Maiores bancos do mundo poderão comprar Bitcoin com grande mudança no ETF da BlackRock

A mudança feita no modelo de resgate do ETF à vista da BlackRock poderá permitir que grandes instituições bancárias acessem o Bitcoin.

BlackRock, a gigante de gestão de ativos, revisou sua aplicação para um fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin à vista, facilitando a participação de bancos de Wall Street, como JPMorgan e Goldman Sachs. A nova estrutura de “prepay” para resgates em espécie permite que esses bancos atuem como participantes autorizados do fundo. Desse modo, contornando restrições que os impedem de manter Bitcoin ou criptoativos diretamente em seus balanços.

Dessa forma, a mudança foi apresentada em uma reunião em 28 de novembro com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Novo Modelo de ETF de Bitcoin

Sob o modelo revisado, os participantes autorizados (APs) transfeririam dinheiro para um corretor, que o converteria em Bitcoin, antes de armazená-lo com o provedor de custódia do ETF, no caso da BlackRock, a Coinbase Custody. Esse novo modelo também transfere o risco dos APs para os formadores de mercado.

Modelo de resgate "pré-pago" no ETF à vista da BlackRock
Fonte: BlackRock e SEC

Dessa forma, a aprovação desse modelo poderia ser um divisor de águas para bancos de Wall Street com balanços de trilhões de dólares que buscam se envolver no mercado de Bitcoin. Muitos bancos altamente regulamentados não podem manter Bitcoin diretamente, e essa estrutura oferece uma solução alternativa.

Resistência a Manipulação de Mercado

BlackRock afirmou que o novo modelo oferece “resistência superior à manipulação de mercado”, uma preocupação chave que levou a SEC a rejeitar repetidamente aplicações anteriores de ETFs de Bitcoin à vista. Além disso, a empresa alega que a nova estrutura fortalecerá as proteções aos investidores. Assim como, também reduzirá os custos de transação e aumentará a “simplicidade e harmonização” no ecossistema mais amplo de ETFs de Bitcoin.

A SEC deve tomar uma decisão sobre a aplicação da BlackRock até 15 de janeiro, com o prazo final marcado para 15 de março. Enquanto isso, analistas de ETF preveem que a SEC emitirá uma decisão sobre várias candidaturas a ETFs de Bitcoin à vista entre 5 e 10 de janeiro.

Este desenvolvimento da BlackRock representa um avanço significativo no mercado de criptomoedas, potencialmente abrindo caminho para uma maior adoção institucional do Bitcoin e outras criptomoedas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway