Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

FRB cai 20%, mesmo com resgate de US$30 bilhões por outros bancos

O First Republic Bank, um banco comercial fundado em 1985 com sede em São Francisco na Califórnia, está sob a mira de investidores após o colapso do SVB, o Silicon Valley Bank.

O First Republic Bank, com US$212 bilhões em ativos, tem visto longas filas de clientes buscando sacar seus depósitos, com suas ações sofrendo sob a desconfiança de que o banco possa tomar o mesmo destino do SVB ou Signature Bank.

Um grupo de 11 bancos organizou um pacote de resgate somando US$30 bilhões, depositados nas contas do FRB, para aplacar a desconfiança.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Para o mercado, que nesta manhã derrubou as ações do FRB em 20%, o risco não parece ter sido aplacado, com alguns investidores acreditando que o caso possa resultar em contágio a grandes bancos que depositaram recursos no FRB.

Desde o dia 10 de março, as ações do FRB caíram de US$81 para os atuais US$26,89, reduzindo ⅔ do valor de mercado do banco, ou US$10 bilhões.

Investidores como Bill Ackman, da Pershing Square, defendem que o risco de contágio é exagerado, afirmando que nenhum resgate aos bancos ocorreria sem garantias de que os depósitos de outros bancos fossem garantidos por instituições como o FED. 

Ackman defende também uma garantia por parte do FDIC, o Fundo garantidor de créditos e depósitos dos EUA, para evitar novos problemas no setor.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas