Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

EXCLUSIVO: Após resultados negativos, TOTVS opta por demissões silenciosas

Conforme uma fonte ligada ao caso, e ouvida pelo BlockTrends, o motivo das demissões são referentes à queda dos resultados no último trimestre.

Após resultados negativos no último trimestre, a TOTVS, empresa de tecnologia, optou por demissões silenciosas em rodadas que tiveram início nesta segunda-feira (18). As informações são de fontes ligadas ao caso que não quiseram se identificar.

Conforme uma fonte ligada ao caso, e ouvida pelo BlockTrends, o motivo das demissões são referentes à queda dos resultados no último trimestre. No início de fevereiro, a ação chegou a cair 10% em um dia após a decepção de investidores com o Ebitda da empresa (o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização). A margem, em 21%, foi a menor registrada pela companhia desde o início de 2020.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

A empresa de software teve lucro líquido de R$126,2 milhões no quarto trimestre. Trata-se de um montante 17,7% inferior ao reportado no mesmo intervalo de 2022.  Portanto, bem abaixo da expectativa do Bradesco BBI (de R$ 299 milhões) e do consenso de R$ 282 milhões.

TOTVS decide por demissões silenciosas

A fonte comenta ao BlockTrends que a TOTVS sentiu na balança o resultado, e por isso está optando por demissões silenciosas. “Devido a isso [resultados] a TOTVS resolveu cortar 7% da sua folha salarial em 2024. [O objetivo é] conseguir mostrar números melhores durante o ano”, diz.

“Mas para não criar alarme no mercado, fará demissões por ondas. Assim não irá parecer um Layoff”, afirma a fonte. “Hoje só na minha área foram trinta”.

As primeiras demissões ocorreram nesta segunda-feira (18) e atingiram majoritariamente as áreas de Food Service e Hospitalidade. Ainda segundo a fonte, a área de Food Service e Hospitalidade eram duas áreas que agora fundiram-se em uma. Conforme diz, a estimativa é que os cortes atingiram trinta pessoas de um grupo de cerca de duzentos colaboradores.

Troca de diretor prenunciou demissões

Além disso, ouvindo uma segunda fonte, também próxima ao caso, o BlockTrends apurou que recentemente aconteceu uma troca de diretor do setor de Food Service. O time trabalhava com clientes grandes como Carrefour e Rochinha.

A troca deixou os colaboradores apreensivos, mas os superiores sempre afirmavam que não haveria demissões. Contudo, a notícia sobre os cortes vieram na manhã de ontem.

“Está tendo um corte por uma ordem superior. Até questionei se era algo relacionado a desempenho, e não tem nada relacionado a isso. Fui alertado às 6h, e encontrei mais pessoas do time que também disseram ter sido demitidos”.

Ademais, a segunda fonte conta que foi abordada individualmente pelo seu gestor. Ademais, nesta mesma área de Food e Hospitalidade, mais times receberam a notícia de desligamento nesta segunda-feira.

“Aparentemente mais de um time foi afetado. Nosso time tem oito pessoas e saíram cinco. Houve mais times afetados da área de serviços. Conheço gente da área de UX e comercial que foram demitidos”, diz.

O BlockTrends tentou entrar em contato com a TOTVS, mas até o momento da publicação desta matéria ainda não recebeu uma resposta. O espaço segue em aberto. 

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica