Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

“ETs mexicanos” chamam atenção do fundador da Cardano, um entusiasta de UFOs

Desse modo, agora, alguns entusiastas se perguntam se ele irá ao México em busca de mais evidências extraterrestres.

Charles Hoskinson, o criador da blockchain Cardano, também é conhecido por seu interesse em fenômenos extraterrestres. Nesse sentido, Hoskinson compartilhou sua perspectiva sobre a recente descoberta dos “ETs mexicanos”, ou os supostos corpos alienígenas no México que viralizou na internet. A apresentação desses corpos ao Congresso Mexicano causou grande alvoroço internacional.

O astrônomo de Harvard, Avi Loeb, e seu estudante Amir Siraj supervisionaram a equipe que descobriu um meteoro vindo das profundezas do espaço que caiu na Terra em 2014. Em resposta às notícias surpreendentes do México, Hoskinson brincou, mostrando seu senso de humor, que “Múmia Alienígena Mexicana” seria um excelente nome para uma banda.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Desse modo, agora, alguns entusiastas se perguntam se ele irá ao México em busca de mais evidências extraterrestres. Em resposta aos comentários de Hoskinson, alguns membros da comunidade Cardano mostraram-se céticos quanto ao interesse de Hoskinson em OVNIs.

O que são os “ETs mexicanos”?

Nos últimos dias, os legisladores mexicanos ouviram diversos testemunhos de que “não estamos sozinhos” no universo. Nesse sentido, viram os alegados restos mortais dos “Ets mexicanos” numa audiência extraordinária que marcou o primeiro evento congressional do país latino-americano sobre OVNIs.

Nesse sentido, a audiência de terça-feira (12) na FANI, sigla em espanhol para o que hoje é normalmente chamado de Fenômenos Anômalos Não Identificados (UAP), foram mostrados aos políticos dois artefatos que o jornalista mexicano e entusiasta de OVNIs de longa data, Jaime Maussan, afirmou serem cadáveres de extraterrestres. Os espécimes não estavam relacionados com nenhuma vida na Terra, segundo Maussan.

Portanto, os dois “corpos”, exibidos em caixas, têm três dedos em cada mão e cabeças alongadas. Maussan disse que eles foram recuperados no Peru, perto das antigas Linhas de Nazca, em 2017. Ele disse que eles tinham cerca de 1.000 anos, analisados ​​por meio de um processo de datação por carbono pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM).

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares