Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

ETFs de Bitcoin spot aprovados; primeiras impressões e o que esperar agora

O volume de negociação nas primeiras horas após o lançamento foi surpreendente. A soma dos 10 ETFs chegou a ultrapassar US$ 1,3 bilhões em volume.

O grande marco, e tão esperado, da indústria de criptomoedas teve sua oficialização nesta quarta-feira (10): a aprovação dos ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos. Desse modo, o volume de negociação nas primeiras horas após o lançamento foi surpreendente. Nesse sentido, a soma dos 10 ETFs chegou a ultrapassar US$ 1,3 bilhões em volume. Ademais, o evento de “vender na notícia” não se concretizou. O Bitcoin subiu para US$ 48 mil momentos após a bolsa dos EUA abrir, e logo retorna para região de US$ 46 mil. Contudo, ainda sem sinal de quedas.

Contudo, nem todos estão contente com a ideia. Além de Gary Gensler, presidente da CVM norte-americana (SEC) ter aprovado junto com uma carta sobre os “riscos de se investir em Bitcoin”, a plataforma Vanguard também faz careta.

Nesse sentido, a plataforma desabilitou a opção de compra dos ETFs subjacentes à criptomoeda, e foi questionada por isso. Contudo, a função de vender os ETFs recém aprovados continua ativa, o que levanta ainda mais dúvidas.

O que esperar agora?

Ben Zhou, cofundador e CEO da Bybit, a terceira maior exchange de criptomoedas do mundo em volume, compartilha seus insights sobre o marco.

“Como cofundador e CEO da Bybit, estive na vanguarda da revolução das criptomoedas, testemunhando cada fluxo e refluxo, triunfo e provação que nossa indústria encontrou. Hoje, estou diante de vocês, não apenas como testemunha. Mas como participante ativo naquele que pode ser o marco mais significativo até agora: a aprovação dos primeiros ETFs Bitcoin Spot”, diz.

Conforme diz, a aprovação dos ETFs Bitcoin Spot pelos reguladores é uma prova da resiliência do Bitcoin, um ativo que continua a apresentar desempenho superior. Apesar de enfrentar uma série de desafios, desde regulamentação pouco clara até comentários negativos.

“Acredito que o verdadeiro significado do ETF Bitcoin vai muito além da dinâmica atual do mercado. Ele anuncia uma nova época de adoção institucional e mais ampla do mercado cripto. Assim, abrindo caminho para um ETF Ether e produtos mistos como um ETF Bitcoin e Gold. É um indicador claro de que o valor inerente da criptografia como um sistema de transação global com finalidade quase instantânea e total transparência está sendo concretizado”, diz.

A vontade da nossa indústria de melhorar a transparência e a conformidade foi fundamental para chegar a esta conjuntura, diz. “Na Bybit, sempre seguimos os mais altos padrões, publicando nossas reservas publicamente e aplicando práticas rigorosas de AML e KYC.”

A aprovação não é apenas um divisor de águas para o Bitcoin. Mas para todas as criptomoedas, marcando o próximo grande passo no atual mercado altista e em nossa evolução financeira”, finaliza.

Binance comenta ETF de Bitcoin

Na visão do CEO da Binance, Richard Teng, sobre o que isso significa para a indústria de criptoativos, um capítulo histórico na indústria acontece nesta semana.

“A aprovação marca um novo patamar de aceitação, maturidade e popularização do mercado de criptoativos, promovendo mais credibilidade à indústria e abrindo potencial para mais inovação”, diz. 

Na sua opinião, os ETFs Bitcoin facilitarão o acesso ao mercado de criptoativos, atraindo mais investidores e liquidez. Embora ele confesse que não seja fácil antecipar a escala de novos entrantes e as dinâmicas de mercado, é útil notar que a introdução dos ETFs de ouro em 2004 resultou em sete anos de ações positivas de preço.

“Juntamente com o evento de Halving do Bitcoin este ano, estes eventos podem criar um mercado dinâmico para o Bitcoin”. Os ETFs são um mecanismo de baixo custo e familiar para usuários mainstream terem fácil acesso a investimentos em criptomoedas”, diz.

Além disso, ele acredita que os ETF à vista de Bitcoin trazem credibilidade adicional à indústria de ativos digitais. Assim, expandindo as bases de confiança no mercado para um público mais amplo.  

“Investimento direto em Bitcoin e diversos instrumentos regulamentados coexistirão, possibilitando diversas estratégias de investimento e atendendo a diferentes perfis de risco e preferências. Isso sinaliza uma nova e emocionante era de adoção e legitimidade, não apenas para o Bitcoin, mas para todo o espaço cripto”, diz.

“Estamos ansiosos para os próximos acontecimentos marcantes esperados nas próximas semanas e meses. Incluindo o próximo Halving do Bitcoin, expectativas de um ETF de ETH, expectativas de tradfi buscando custódia de ativos digitais e mais”.

Não é de hoje

Rodrigo Caldas de Carvalho Borges, sócio do Carvalho Borges Araújo, membro fundador da Oxford Blockchain Foundation e estrategista em blockchain pelo MIT, lembra que há anos o mercado aguarda a aprovação.

“A aprovação de ETF de Bitcoin é mais uma validação para este mercado, demonstrando a sua relevância para o setor financeiro. Considerando que grandes players manifestaram interesse na criação de ETF de Bitcoin, pela sua própria natureza de escassez há uma expectativa no mercado que a entrada de grandes players institucionais para criação de tal índice resultará na valorização do ativo”, diz.

Ademais, para ele, ainda, tendo em vista que o ETF é um produto simples e de fácil acesso, pode impulsionar o aumento da exposição de investidores a Bitcoin. Principalmente aqueles que têm certo receio em relação à volatilidade e não possuem um conhecimento mais apurado sobre o ativo.

“Vale lembrar que já existem ETFs de contratos futuros em Bitcoin, com custo muito elevado e baixa atratividade, assim, a aprovação de ETF à vista/spot poderá resultar em maior acesso ao ativo, por se tratar de um produto mais acessível e atrativo”, diz.

Coinbase comenta ETF de Bitcoin

Fábio Plein, diretor regional para Américas da Coinbase, diz que a aprovação de 11 ETFs de Bitcoin, dos quais 8 possuem parceria com a Coinbase, sinaliza um marco crucial na transição global para ativos digitais.

“Estamos orgulhosos de fazer parte desta jornada junto a alguns dos líderes financeiros mais confiáveis do mundo. Com os principais gestores de ativos levando o mundo dos ativos digitais a milhões de pessoas por meio de um produto agora regulamentado, esses ETFs deverão catalisar o crescimento da indústria e aumentar significativamente a demanda por Bitcoin”, diz.

Presidente da OKX comemora, mas alerta sobre custódia

Para Hong Fang, presidente da OKX, a recente notícia da aprovação de um ETF de Bitcoin é, de fato, um marco significativo para a adoção generalizada do Bitcoin. “O ETF é um instrumento financeiro de fácil acesso que ajuda a estabelecer a legitimidade do Bitcoin e tem o poder de marketing para levá-lo a uma população mais ampla, potencialmente na ordem dos bilhões – já vimos algumas campanhas de marketing de ETFs de Bitcoin”, diz.

Fang concorda que o ETF de Bitcoin também facilitará o acesso indireto de mais instituições (e menos clientes de varejo nativos de cripto) ao Bitcoin, atraindo mais talentos para nossa indústria. Contudo, ele ressalta a questão da custódia.

“Enquanto celebramos essa grande conquista para a indústria, acredito que precisamos reconhecer que a prevalência dos ETFs de Bitcoin pode aumentar o risco de super-financialização para o Bitcoin (ou seja, se não são suas chaves, não são seus bitcoins)”, diz.

Ele complementa dizendo que, se o Bitcoin se tornar apenas um ativo de investimento e se a maioria dos bitcoins acabar sendo mantida por meio de ETFs de Bitcoin. Em vez de serem detidos diretamente e usados por bilhões de indivíduos, o Bitcoin pode se tornar apenas uma decoração no sistema financeiro tradicional e, em última análise, perder sua independência como uma rede descentralizada global.

“A OKX está na indústria de criptomoedas há mais de uma década. Como participante da plataforma, celebramos este marco e, com ele, a realidade de que o Bitcoin não pode mais ser ignorado. A aprovação do ETF de Bitcoin é uma grande vitória para a indústria. Mas também precisamos estar atentos para não ficarmos muito complacentes. Se não quisermos que o Bitcoin (e as criptomoedas em geral) sejam colonizados por Wall Street”, diz.

ETF Bitcoin aprovado SEC
(Imagem: DALLE-3)

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin