Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Cristiano Ronaldo, o CR7, é processado por promover a Binance

Indivíduos que alegam ter sofrido prejuízos com a promoção de coleções de NFTs (tokens não fungíveis) da Binance moveram a ação,

Cristiano Ronaldo, ou CR7, famoso jogador de futebol, enfrenta uma ação coletiva nos Estados Unidos por promover a corretora de criptomoedas Binance. Ademais, o processo menciona promoção de investimentos em valores mobiliários não registrados.

Indivíduos que alegam ter sofrido prejuízos com a promoção de coleções de NFTs (tokens não fungíveis) da Binance moveram a ação, apresentando-a em 27 de novembro a um tribunal distrital na Flórida.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

A ação é bastante similar ao movido contra celebridades como Gisele Bündchen e Tom Brady, após ambos promoverem a falida FTX. Ambas as ações coletivas foram movidas com objetivo de ressarcir os danos, e culpam as celebridades por influenciar os investidores em suas escolhas.

Neste sentido, a parceria firmada de vários anos entre Ronaldo e a Binance focou na promoção de uma série de tokens não fungíveis (NFTs). A parceria foi iniciada em meados de 2022. Pelo menos três coleções do jogador estão vinculadas à Binance.

A denúncia sugere que as promoções de Ronaldo incentivaram investimentos em valores mobiliários não registrados, atraindo seus milhões de seguidores para a plataforma da Binance.

Além disso, a denúncia também afirma que Cristiano Ronaldo usou sua influência significativa de cerca de 850 milhões de seguidores nas redes sociais. Desse modo, desempenhando um papel crucial na popularidade crescente da Binance.

As vendas bem-sucedidas dos NFTs aumentaram as buscas pela Binance em 500% após o lançamento da primeira coleção, segundo o processo. O processo alega que Ronaldo, experiente em investimentos e com acesso a consultores externos, sabia ou deveria saber que a Binance vendia valores mobiliários não registrados de criptomoedas.

Entendimento da SEC

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) exige que celebridades divulguem os pagamentos recebidos para promover criptomoedas, algo que a denúncia alega que Ronaldo não fez.

Os autores da ação coletiva, Michael Sizemore, Mikey Vongdara e Gordon Lewis, buscam indenização e recursos para cobrir suas despesas jurídicas. Enquanto isso, a Binance e seu fundador Changpeng “CZ” Zhao enfrentam processos judiciais nos EUA por violações das leis de combate à lavagem de dinheiro. Além de administração de uma entidade de transmissão de dinheiro não registrado.

Zhao renunciou ao cargo de CEO da Binance e pode pegar até 18 meses de prisão. Portanto, a Binance concordou em seguir as diretrizes de conformidade do Departamento de Justiça dos EUA e do Departamento do Tesouro pelos próximos cinco anos.

Por fim, a SEC também tem um processo em andamento contra a Binance, acusando-a de vender valores mobiliários não registrados e investigando a possível apropriação indevida de fundos de clientes.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica