Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Shark Tank, Mark Cuban, perde quase US$900 mil em criptomoedas após ser hackeado

Depois que Cuban tomou conhecimento do suposto ataque, ele transferiu US$ 2 milhões em USDC para a Coinbase.

O bilionário, e apresentador do programa “Shark Tank”, Mark Cuban, voltou a se envolver com o o mercado cripto após meses de inatividade. Contudo, parece não ter sifdo um retorno agradável visto que acabou sendo vítima de um ataque hacker. Uma das carteiras cripto de Cuban sofreu perdas de cerca de US$ 870.000 em várias criptomoedas.

Ele recebeu um alerta sobre a atividade suspeita em sua carteira e conseguiu evitar mais perdas. Cuban acredita que pode ter baixado uma versão falsa da extensão de navegador MetaMask, uma das maiores carteira de criptomoedas utilizadas na Web3.

Ele mencionou que o ataque ocorreu enquanto tentava organizar sua conta pelo celular. Somente a conta hackeada registrou perdas, mas suas outras contas ficaram intactas.

Após o incidente, ele transferiu seus ativos para uma conta segura, e confirmou que somente a conta comprometida registrou perdas. Detetives em blockchain alertaram o Shark Tank quando perceberam que alguém estava drenando sua carteira.

Desse modo, um usuário X identificado como WazzCrypto foi o primeiro a chamar a atenção para a transferência, levantando preocupações sobre sua natureza suspeita na noite de sexta-feira (15). “Caramba, a carteira de Mark Cuban acabou de ser drenada? Carteira inativa por 160 dias e todos os ativos acabaram de ser movidos”, escreveu.

Depois que Cuban tomou conhecimento do suposto ataque, ele transferiu US$ 2 milhões em USDC para a Coinbase. Ele confirmou o hack em resposta ao DL News, afirmando “alguém me comprou por 5 ETH”.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil