Notícias

Preço do bitcoin sobe 10% após anúncio do FED que eleva taxa de juros

Criptomoeda se aproxima de US$ 23 mil no mercado que atingiu US$ 1 trilhão de capitalização novamente.

A elevação da taxa de juros anunciada pelo FED dos EUA nesta quarta-feira (27) refletiu diretamente no preço do bitcoin. Nas últimas 24 horas, a criptomoeda subiu mais de 10%, e está sendo cotada por volta de US$ 22,8 mil.

O FED elevou a taxa de juros em 0.75 ponto porcentual. Desde então, o preço do bitcoin subiu mais de US$ 1 mil no mercado cripto. Atualmente, o preço do bitcoin está se aproximando de US$ 23 mil, revertendo a desvalorização acumulada nos últimos dias.

Antes do anúncio do FED, o bitcoin acumulava uma queda na semana de 11%. Assim, a manutenção da política de aumento da taxa de juros está influenciando positivamente o preço da criptomoeda.

Segundo o analista on-chain do BlockTrends, Cauê Oliveira, a correção do preço do bitcoin antes do anúncio do FED está relacionada à valorização da criptomoeda nas últimas semanas.

Para Cauê Oliveira, a espera pelo anúncio do FED e a venda de bitcoins pela Tesla influenciaram nessa retração, que foi revertida em uma onda de forte valorização após o aumento da taxa de juros.

“Bitcoin fez quase três semanas de alta, era natural que este movimento corrigisse. Entretanto, além da própria ação do preço, eventos como o anúncio da venda de bitcoins pela Tesla, a destruição da demanda norte-americana anunciada até pelo Walmart e a precificação antecipada de uma nova forte subida nas taxas de juros impactaram o mercado durante a última semana.”

Nova taxa de juros e o preço do bitcoin


Mais uma vez o FED decidiu aumentar a taxa de juros, em busca de controlar a inflação norte-americana. A proposta do órgão é reduzir o índice no mercado para 2% em longo prazo. Por outro lado, atualmente o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) está em 9,1% nos Estados Unidos.

De acordo com nota do FED, a política de elevação da taxa de juros será mantida devido aos desafios impostos pela guerra entre Rússia e Ucrânia. Dessa forma, o conflito pode aumentar a pressão inflacionária, afetando toda a atividade econômica global.

“A guerra da Rússia contra a Ucrânia está causando enormes dificuldades humanas e econômicas. A guerra e os eventos relacionados estão criando uma pressão ascendente adicional sobre a inflação e estão pesando sobre a atividade econômica global. O Comitê está altamente atento aos riscos inflacionários.”

Nos últimos meses, o aumento da taxa de juros fez o preço do bitcoin cair no mercado. Ou seja, até então a decisão do FED afastava o interesse de investidores em ativos de risco.

Após sinalização do FED, o mercado financeiro já esperava o aumento de 75 bps da taxa de juros. Portanto, a valorização do preço do bitcoin e de outras criptomoedas nas últimas horas fez a capitalização do mercado cripto atingir US$ 1 trilhão novamente.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.