Blockchain

5 indicadores que explicam para onde vai o preço do Bitcoin

Indicadores disponíveis na blockchain do Bitcoin ajudam a entender para onde vai o preço do Bitcoin

A análise on-chain, dos dados disponíveis na blockchain do Bitcoin, revela alguns indicadores importantes para entender o que está acontecendo com o Bitcoin hoje.

  • Estamos em um bear market na rede desde o ano passado.
  • Moedas dormentes ilíquidas já chegaram ao seu ponto máximo de inatividade.
  • Ainda não ultrapassamos o preço realizado, algo que faria com que a maioria da rede estivesse em prejuízo e a força de venda fosse enxugada.

Uma das coisas que muitos analistas e investidores relutaram bastante em aceitar foi a existência de um bear market que havia se iniciado ano passado.

Ondas HODL da capitalização realizada nos mostram a distribuição de moedas por diferentes bandas de idade dentro da rede.

Esta é uma métrica importante que observamos pois moedas de curto prazo costumam movimentar-se com base em hype e momentum, o que para olhos atentos serve como bom indicador de ultra aquecimento do mercado. Como o que vemos acima em diversos topos.

Ao invertermos a observação dos mais líquidos para os menos líquidos podemos inverter também a visualização de topos para fundos.

O fluxo de dormência é uma métrica que nos mostra os períodos de menor atividade/euforia. Geralmente condiz com fundos de urso pois há mais perdas.

Aqui já começamos a ter algum sinal, a dormência de moedas ilíquidas costuma alcançar os fundos (barra verde) em momentos de descoberta de fundos.

Neste momento já vemos um indício de que possivelmente já entramos nesta descoberta.

Entretanto, a métrica acima é puramente on-chain e muitas vezes o preço demora a reagir a atividade na rede.

Por isso, vamos olhar o MVRV z-score, uma métrica que relaciona o preço atual com o preço realizado, normalizando através do z-score.

Aqui já vemos algum espaço existente entre o preço atual e a região de descoberta de fundo do MVRV.

Isto tem uma explicação, esta métrica só reseta em regiões de fundo quando o preço atual vai abaixo do preço realizado, ou o preço da última movimentação on-chain destas moedas.

Atualmente o preço realizado está posicionado em $23,915 e portanto não foi cruzado como em todos os períodos de descoberta de fundo.

Mostrando a possibilidade real de que ainda não alcançamos o estresse real. Mas sendo racional, estamos falando de probabilidade não de lei.

Como o preço realizado costuma ser entendido como o custo base ou preço médio de toda a rede é uma das métricas mais antigas e fundamentais da análise on-chain.

Quando o preço atual vai abaixo do preço médio da rede indica que a maior parte das moedas existentes estão em perda.

Isto é algo que conseguimos visualizar ao olhar a porcentagem da oferta circulante em lucro e prejuízo.

Todos os períodos de descoberta de fundo foram marcados por dominância de prejuízo nestas moedas como vemos abaixo.

Neste momento ainda não ultrapassamos também.

BÔNUS: além dos indicadores on-chain, um indicador técnico desenvolvido por mim chamado de Standart Deviations Multiple também nos coloca num estágio avançado de bear, mas ainda não alcançou a região de fundo, setada 1.5 (verde) desvios padrões do preço.

Veja abaixo

Tendo todos estes sinais em mente, existe a possibilidade real de ainda não termos encontrado o fundo de fato.

Entretanto, é importante lembrar que a análise on-chain dificilmente irá prever um fundo de valor exato X, mas sim uma região de maior ou menor risco.

No preço atual, podemos buscar mais abaixo, mas o potencial de bons retornos no médio/longo prazo poderá demorar alguns anos para aparecer novamente como agora.

Isto não significa que o fundo é amanhã ou semana que vem. Estamos em um mercado de forte correlação com ativos do mercado tradicional

Com baixo fluxo de capital externo e pouca demanda existente (apesar de suficiente para manter o preço atual) é difícil enxergarmos uma forte reversão e o início de uma bull run no horizonte próximo.

Sinais de atividade e demanda serão cruciais para determinar a saúde da rede e retorno deste capital para o mercado.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.