Blockchain

10 gráficos para você entender para onde vai o preço do Bitcoin

Abaixo seguem 10 gráficos que podem nos ajudar a compreender em que momento do mercado estamos, se já encontramos o fundo ou se estamos próximos.

Os indicadores e gráficos do Bitcoin nos colocam numa região de fundo, que inclusive já pode ter ocorrido no preço de $17.6k com alto potencial de retorno no longo prazo.

Entretanto, pelo macro, ainda não temos total certeza, pois outros eventos de liquidação e do mercado tradicional podem ocasionar outro sell-off que impactará o bitcoin no curto/médio prazo.

Para começarmos a visualizar o quanto a região atual de preço é significativa a longo prazo, um indicador simples é a média de 200 semanas.

Um toque ou cruzamento desta média só ocorreu 4 vezes na história do Bitcoin, estamos na quinta!

Agora através de uma média similar, a média de 200 dias, também é possível visualizar algo parecido utilizando o Múltiplo de Mayer.

A linha de 0.6 do múltiplo só foi rompida pelo preço também apenas 4 vezes em toda a história do Bitcoin. E adivinha, estamos na quinta!

Mais um indicador técnico que nos coloca no quinto momento histórico para o preço.

Este é o Standard Deviations Multiple, um indicador técnico desenvolvido por mim em formato de oscilador que só cruzou abaixo da linha verde 4 vezes na história, em exatos fundos.

Agora partindo para indicadores on-chain:

O Múltiplo de Puell, indicador que relaciona a emissão diária de Bitcoin com a sua média de emissão de 365 dias.

Novamente, o valor atual só foi alcançado em outros 4 momentos na história.

Começam a ver confluência?

Agora, ao utilizarmos a relação entre valor de mercado e valor realizado de mercado, indicador como MVRV, ajustado através do z-score e com uma média de 7 dias, vemos algo similar novamente.

Zona atual apenas foi vista outras 4 vezes na história do Bitcoin!

O lucro/prejuízo não realizado relativo ao market cap nos coloca também numa região de capitulação que foi vista apenas em outros períodos de descoberta de fundo.

Capitulações são eventos que forçam a realização de prejuízos por diferentes tipos de participantes.

E quando falamos de capitulação, isto inclui até mesmo os mais convictos e antigos participantes da rede.

Alguns deles acabam jogando a toalha por medo ou receio de mais quedas. E aqui ao falarmos de holders de longo prazo observamos moedas com mais de 155 dias de dormência.

Por outro lado vemos em que tipo de cenários os de maior convicção ainda aumentam suas exposições, ao alargarmos o período de dormência para observar apenas moedas com mais de 1 ano de dormência temos apenas os verdadeiros HOLDERS.

Olha só o comportamento deles no Bear Market:

AGORA por outro lado, também temos alguns indicadores que mostram que ainda há espaço para mais dor, apesar de já termos entrado em zona de capitulação de fundo e reversão.

Como a própria quantidade de oferta em prejuízo, que em 2018 e no corona crash estiveram maiores.

Aqui, concluímos que estamos em uma região que ocorre apenas a cada 3 ou 4 anos, o que seria praticamente um ciclo completo no Bitcoin.

Apesar de ainda podermos ter pressão externa pressionando o mercado tradicional e com alta correlação influenciando também o Bitcoin.

Acredito que este momento trará bons frutos no médio/longo prazo para aqueles de alta convicção no Bitcoin.

Caso o preço vá mais abaixo ainda do que os $17.600 isto só irá fazer com que os indicadores que ainda não atingiram o “ponto ótimo” cheguem lá, sinalizando reversão final.

Os que pretendem manter Bitcoin para os próximos anos poderão ser altamente recompensados por uma agressiva alocação nesta faixa de preço, e ainda mais nas prováveis faixas abaixo de $19-20k.

Isto não é uma recomendação do que fazer, apenas uma visão baseada em dados!

DYOR and HODL💎

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.