Investimentos

Tesla vende 75% dos seus Bitcoins

Empresa controlada por Elon Musk se desfez da maior parte dos seus Bitcoins, amargando prejuízo

Cerca de 1 ano após adquirir $1,5 bilhão em Bitcoins, a Tesla, montadora controlada por Elon Musk, vende ao menos 75% da posição.

Em situação delicada após a alta de juros nos EUA, a empresa de automóveis elétricos decidiu reduzir sua exposição ao ativo. O preço negociado pelos Bitcoins não foi revelado, mas sabe-se que a Tesla adquiriu cada Bitcoin por $32,5 mil em fevereiro de 2021. Agora, em meio a uma queda de 28% das ações da empresa, a Tesla enfrenta um momento mais conservador de caixa.

Para o analista Brian Johnson, do banco inglês Barclays, a empresa teve um prejuízo de $430 milhões no investimento, que no momento de “all time high” chegou a representar um lucro superior ao da própria atividade central da Tesla.

A venda por parte da montadora representa uma baixa significativa, não pelo valor, mas pelo impacto da empresa, a 6ª maior empresa do planeta em valor de mercado, com $779 bilhões. 

Desde o anúncio da Tesla, que chegou a ser a segunda maior empresa pública em Bitcoins entesourados, atrás apenas da Microstrategy, de Michael Saylor, outras centenas de empresas se juntaram ao Bitcoin como ativo anti-inflacionário.

A despeito do apelo institucional crescente, o Bitcoin tem sofrido junto a outros ativos ligados à tecnologia, como a própria Tesla.

A elevação de juros nos EUA tem sido a causa central, seja para queda no valor de mercado ou mesmo demissões em empresas como as FAANGs. 

Elon Musk e o Twitter

Na mesma semana, Musk teve outros motivos para se preocupar além da queda no preço do Bitcoin. O conselho do Twitter está processando Musk para obrigá-lo a concluir o acordo de compra da empresa pelo valor de $44 bilhões. O julgamento do caso está marcado para setembro.

A suspenção do acordo de compra é mais uma das consequências da alta de juros, a despeito de Musk negar que seja o caso e insistir que foi “ludibriado” pela empresa a respeito da quantidade de robôs e perfis falsos na rede social.

Em abril deste ano, Musk havia oferecido $54,20 por ação comprar o Twitter, valor quase 2 vezes maior do que a cotação do Twitter atual.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.