Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Negociação de bitcoin atinge R$ 3,6 bilhões no Brasil em agosto

Mais de 31 mil unidades da criptomoeda foram negociadas no país no último mês.

Brasileiros que investem em bitcoins (BTC) movimentaram R$ 3,6 bilhões da criptomoeda em agosto de 2022. De acordo com dados do CoinTraderMonitor, mais de 31 mil unidades da moeda digital foram negociadas no país.

O volume de bitcoins no último mês apresentou uma queda no acumulado mensal em comparação com julho deste ano. Antes de agosto, foram negociados 34,7 mil bitcoins no Brasil. Ou seja, cerca de R$ 4 bilhões.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

O relatório do CoinTraderMonitor mostra que o dia 19 de agosto registrou a maior movimentação de bitcoins no mercado cripto brasileiro. Naquele dia, 1.756 unidades da criptomoeda foram movimentadas por investidores do país, o que representa R$ 191 milhões.

Enquanto isso, no dia 7 de agosto foi registrado o menor volume diário do criptoativo. No total, apenas 396 unidades de bitcoin foram negociadas, ou ainda, cerca de R$ 41 milhões.

Negociação de bitcoin no Brasil


Com um volume de 31.489,38 bitcoins em agosto, no último mês os brasileiros negociaram em média de mil unidades da criptomoeda por dia. Em comparação com outros meses, o volume de negociação da moeda digital está caindo no país.

Segundo o relatório, a exchange Binance foi responsável pela maior movimentação de bitcoins no mercado brasileiro em agosto. Sozinha, a plataforma negociou 45,06% do volume total da criptomoeda no mês.

Volume mensal negociado em exchanges (Imagem: CoinTraderMonitor)

Enquanto isso, no último mês a BitPreço foi a segunda maior plataforma de negociação de bitcoins no Brasil. O marketplace de criptomoedas foi responsável por 13,52% do volume de transações do ativo digital.

Desde junho, o volume de bitcoins negociados no Brasil caiu quase 30%, deixando de negociar mais de oito mil unidades do criptoativo. Sendo que essa queda está acompanhando a desvalorização da criptomoeda no mercado.

Queda no volume acompanha preço


O preço do bitcoin enfrentou uma significativa desvalorização no último mês. A criptomoeda caiu para abaixo de US$ 20 mil, depois de se aproximar de US$ 25 mil através do par BTC/USD.

No Brasil, o preço do bitcoin era cotado por volta de R$ 125 mil, mas caiu para aproximadamente R$ 100 mil, através do par BTC/BRL. Essa desvalorização na cotação acompanha a redução no volume da criptomoeda negociada.

Preço do bitcoin em agosto (Imagem: CoinMarketCap)

Em agosto de 2021, o mercado cripto brasileiro negociou 31,6 mil unidades de bitcoin. Porém, esse número se aproxima ao volume negociado no último mês, de 31,4 mil unidades.

No entanto, desde então o preço do bitcoin sofreu uma enorme desvalorização, acumulando uma queda de 52% no ano. Mesmo com o volume parecido, a cotação da criptomoeda era de R$ 246 mil em agosto de 2021, enquanto que no último mês o valor era de R$ 103 mil.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas