Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

NFTs: após perderem US$ 38 milhões, investidores vão reclamar e terminam hackeados

Hackers invadem uma DAO que coordenava ações de colecionadores insatisfeitos.

Um grupo de detentores da coleção Azuki NFTs se uniram para exigir um reembolso de mais de US$38 milhões da equipe do projeto. Mas o grupo insatisfeito terminou sendo hackeado nesta segunda-feira (3). Segundo os holders, o segundo projeto recém-lançado, Azuki Elementals da Chiru Labs, era idêntica à primeira, e não passava de um golpe do criador. Contudo, as vendas dos NFTs gerou uma uma receita de US$ 38 milhões para o criador do projeto.

O grupo chamado Azuki DAO, formado na semana passada em meio à queda do Azuki Elementals, estava usando uma DAO para coordenar as ações dos colecionadores insatisfeitos. No entanto, um hacker conseguiu invadir a DAO, resultando na perda de dezenas de milhares de dólares. Inicialmente, considerava-se que a coleção secundária era um enorme sucesso, e algo desafiador no mercado de baixa.

Isso porque, o projeto de 20.000 peças esgotou-se em 15 minutos. O Azuki Elementals foi originalmente vendido por 2 ETH por peça, o equivalente a cerca de US$ 3.800 na época. Porém, o preço mínimo de cada peça já caiu para 0,878 ETH, ou pouco mais de US$ 1.723.

AzukiDAO é hackeada

Em resposta à controvérsia, o grupo de 74 detentores Azuki, que afirmam ter investido coletivamente milhões de dólares no projeto, formaram o DAO Azuki. A DAO foi criada para coordenar uma retaliação contra o Chiru Labs, acusado de “golpear descaradamente” a comunidade Azuki. Ao fazer isso, no entanto, o grupo acabou se expondo a mais perdas financeiras. 

O grupo havia acabado de votar para contratar um advogado. O objetivo era processar o pseudônimo fundador da Azuki, Zagabond, e exigir que a Chiru Labs devolvesse o pagamento US$38 milhões de Elementals à comunidade de NFTs.

No entanto, dois hackers exploraram uma falha no contrato inteligente de reivindicação do Azuki DAO e conseguiram roubar 35 ETH, ou US$ 68.659, confirmou o Azuki DAO para o portal Decrypt.

A Azuki DAO resolveu a vulnerabilidade do contrato e atualmente diz estar consultando uma equipe de advogados de DAO legal, um coletivo jurídico da Web3, para determinar a melhor forma de buscar uma ação legal contra Zagabond por supostos detentores de puxões de tapete, tanto com a coleção Elementals quanto com outros empreendimentos passados. 

A DAO também planeja consultar advogados sobre a melhor forma de obrigar o Chiru Labs a devolver as dezenas de milhões de dólares em lucro que a empresa obteve com a queda do Azuki Elementals.

Embora a Azuki DAO não tenha certeza de que irá recuperar esses fundos, diz estar bastante confiante. Para eles, um pouco de pressão vai fazer com que Chiru Labs abra mão. “Vamos convencê-los a fazer a coisa certa, disse um representante da Azuki DAO para o Decrypt. “É como forçá-los a agir positivamente.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin