Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Huobi solicita licença para operar legalmente em Hong Kong

A Huobi tornou-se uma das primeiras exchanges a solicitar licença para operar em Hong Kong e aproveitar a abertura do país ao setor.

Com a recente aprovação da negociação de criptomoedas para o varejo em Hong Kong, a Huobi, já está atuando para aproveitar a nova oportunidade. A empresa confirmou que aplicou para uma licença de negociação regulamentada hoje, em 29 de maio. Segundo um comunicado emitido pela empresa, trata-se de uma nova era do setor na Ásia.

O movimento vem em um momento crucial, enquanto Hong Kong se esforça para se tornar um centro da indústria de criptomoedas. O movimento ocorre ainda com cautela, em especial após a quebra da FTX em novembro passado.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

A Huobi HK já está oferecendo negociação à vista para clientes de varejo e institucionais em Hong Kong, embora ainda esteja aguardando a aprovação oficial da licença​.

A plataforma prometeu trabalhar em conjunto com auditores e, além disso, concentrar-se na conformidade e nos regulamentos anti-lavagem de dinheiro. Portanto, essa é uma questão crucial para cumprir os requisitos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong (SFC).

Vale ressaltar que essa notícia vem em sequência ao recente lançamento do regime de licenciamento de criptomoedas em Hong Kong, que foi projetado com o intuito de proteger os investidores de varejo e, ao mesmo tempo, permitir a inovação.

A Huobi em Hong Kong, anunciou que listará Bitcoin e Ether, entre outras moedas importantes. A Huobi teve um volume de negociação de US$ 12,7 bilhões até o momento neste mês.

Para a empresa, a nova regulamentação do país é positiva. Segundo a Huobi, “A regulamentação do web3 em Hong Kong contribuirá para a adoção generalizada de criptomoedas em escala global. A Huobi continuará a colaborar com as autoridades regulatórias de Hong Kong para apoiar o desenvolvimento de um vibrante hub web3″.

Hong Kong segue na contramão da China e busca ser “cryptohub”

Na contramão da China, Hong Kong segue incentivando a adoção de cripto. Os planos do país incluem o incentivo para que bancos trabalhem com empresas da área.

A oportunidade de ocupar um vácuo deixado pelo mercado americano, que viu a quebra dos 2 maiores bancos a atuarem junto ao setor cripto, faz de Hong Kong, um dos 10 maiores mercados globais, intensificar a busca por empreendimentos do tipo.

A Comissão de Futuros e Valores Mobiliários de Hong Kong (SFC), prevê lançar em 1 de junho, uma nova diretriz para o setor.

A expectativa é de que as exchanges sejam incentivadas no país, com bancos também recebendo apoio para prestarem serviços a tais empresas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda Criptomoeda ENA contraria Bitcoin e dispara 20% hoje A ‘retaliação’ de Musk: 50% de desconto na Starlink ou internet de graça