Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Shaquille O’Neal é processado por quebra da FTX

Shaquille O’Neal, o ex-astro da FTX, foi encontrado pelos oficiais de justiça após 6 meses e será incluído no processo envolvendo a FTX.

Após meses de falência da FTX, que já foi a segunda maior corretora de criptomoedas do mundo, as celebridades envolvidas em sua divulgação agora enfrentam processos legais.

Shaquille O’Neal, ex-jogador da NBA, e Tom Brady, astro da NFL, estão entre os principais nomes citados.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

O procurador Adam Moskowitz relatou que um oficial de justiça localizou O’Neal na última terça-feira. Shaq estava cobrindo uma partida de basquete pela TNT.

Curiosamente, o evento esportivo em questão ocorreu em uma arena patrocinada pela própria FTX.

Patrocínios a artistas

A FTX ganhou notoriedade ao patrocinar diversos artistas como forma de promover sua marca. Além disso, especula-se que em um dos acordos a empresa tenha negociado um valor de US$100 milhões com Taylor Swift.

Tom Brady e sua ex-esposa, Gisele Bundchen, receberam parte desse pagamento em ações, tornando-se sócios da corretora.

Gisele Bundchen e Tom Brady não revelaram o valor que investiram na empresa. Ambos fizeram propagandas e chegaram a ser declarados como embaixadores da FTX. Mas, até o momento, nenhum dos dois se pronunciou publicamente sobre o caso.

Shaq era parte do processo inicial contra a FTX, mas de acordo com o procurador, ele estava adotando táticas para evitar ser encontrado pelo oficial de justiça.

Além disso, O’Neal também está envolvido em outro processo relacionado a Sam Bankman-Fried, o fundador da FTX. Shaq também é acusado de violar leis de ativos mobiliários devido à sua participação na venda de um token de NFT chamado Astrals Crypto.

Agora, Shaq tem um prazo de 20 dias para responder à citação judicial.

FTX financiou 1 em cada 3 membros do congresso americano

Dentro do Congresso americano, executivos ligados à exchange teriam feito doações a pelo menos 196 dos membros eleitos no senado e na câmara, de um total de 535, de acordo com o site Coindesk.

As doações variam em tamanho, podendo ser tão pequenas quanto US$2,9 mil, mas apontam o interesse de Sam Bankman-Fried e seus sócios em estreitar os laços políticos, em especial por conta da votação de legislações que poderiam endurecer as regras para a concorrência.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Mt. Gox move mais de US$ 9 Bilhões em Bitcoin após 6 Anos Donald Trump vira bitcoiner e quer conceder perdão presidencial ao criador da Silk Road Trader compra US$ 1,1 milhão em memecoin, e agora tem US$ 150 Elon Musk cria US$ 30 bilhões do nada com IA do Twitter Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado