Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Hong Kong diz que está pronto para aprovar ETFs cripto à vista

Aquém dos ETFs de futuros de criptoativos já existentes, a SFC afirmou que está “preparada para aceitar aplicações para a autorização de outros fundos com exposição a ativos virtuais.

Hong Kong está se preparando para abrir caminho para ETFs de criptomoedas à vista. Desse modo, o regulador financeiro do país anunciou hoje que está pronto para começar a aceitar tais aplicações. O país já vinha investindo forte na indústria, e a decisão de aprovar ETF pode trazer ainda mais dinheiro para dentro.

A declaração foi feita em um comunicado conjunto publicado hoje, a Comissão de Valores Mobiliários e Futuros (SFC) e a Autoridade Monetária de Hong Kong, o banco central de fato da cidade. Desse modo, ambos declararam que as agências revisaram sua política existente para intermediários que desejam se envolver em atividades relacionadas a ativos virtuais.

Aquém dos ETFs de futuros de criptoativos já existentes, a SFC afirmou que está “preparada para aceitar aplicações para a autorização de outros fundos com exposição a ativos virtuais. Incluindo ETFs de ativos virtuais à vista (VA spot ETFs em inglês)”.

Além disso, em um comunicado separado lançado hoje, a SFC estabelece os requisitos para fundos que “investem diretamente nos mesmos tokens à vista acessíveis ao público de Hong Kong para negociação em plataformas de negociação de ativos virtuais licenciadas pela SFC”.

Regulações necessárias

A SFC observou no comunicado que as transações de cripto feitas por tais ETFs devem ser realizadas através de plataformas de cripto licenciadas pela SFC. Ou instituições financeiras autorizadas. “Tanto a assinatura em espécie quanto em dinheiro são permitidas para ETFs de VA à vista autorizados pela SFC”, acrescentou o regulador.

Sobre custódia, a SFC disse que o administrador ou custodiante do fundo deve delegar essa função apenas a um VATP licenciado pela SFC. Ou aqueles que atendem aos padrões de custódia de cripto emitidos pela HKMA.

Para a avaliação de ativos virtuais à vista, as empresas de gestão do fundo “devem adotar uma abordagem de indexação baseada no volume de comércio de VA em grandes plataformas de negociação de VA”, continuou o regulador.

A consulta prévia com a SFC é necessária para fundos que pretendem ter exposição a cripto de mais de 10% de seu valor líquido de ativos, de acordo com o comunicado.

Hong Kong segue firme em cripto

O país vem agindo diferente da repressão da China continental ao comércio e mineração de criptomoedas. Desse modo, Hong Kong lançou o tapete vermelho para empresas de cripto este ano, até mesmo incentivando bancos a trabalharem com eles.

“Eles são muito receptivos à indústria de cripto e potencialmente seriam um dos primeiros a aprovar um ETF de cripto à vista por um mercado financeiro desenvolvido”, disse Jason Chan, sócio do escritório de advocacia de Hong Kong Howse Williams, ao The Block.

Em outubro de 2022, as autoridades de Hong Kong lançaram uma série de declarações políticas sobre criptomoedas. O objetivo é fortalecer sua posição como um centro financeiro global. Em junho, Hong Kong iniciou oficialmente seu regime de licenciamento de cripto para plataformas de negociação de ativos virtuais. Assim permitindo que exchanges licenciadas ofereçam serviços de negociação de varejo.

Julia Leung, CEO da SFC de Hong Kong, disse em novembro que o regulador estava avaliando ETFs de cripto à vista. Pois dá as boas-vindas a “propostas que usam tecnologia inovadora que aumenta a eficiência e a experiência do cliente”. Hong Kong atualmente listou vários ETFs de cripto baseados em futuros. Entre eles, Samsung Bitcoin Futures Active ETF, CSOP Bitcoin Futures ETF e CSOP Ether Futures ETF.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos