Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

BC Europeu alega que o preço justo do Bitcoin seria “zero”

Apesar da recente aprovação de ETFs de bitcoin nos Estados Unidos, os autores sustentam que isso não altera a natureza do bitcoin.

O Banco Central (BC) Europeu expressou críticas severas ao bitcoin em uma publicação recente. Nesse sentido, declarando que o “preço justo do bitcoin é zero”. Além disso, que o ativo “não cumpriu sua promessa” de se tornar uma moeda digital global descentralizada.

Ulrich Bindseil, diretor-geral da área de Infraestrutura de Pagamentos do BCE, e Jürgen Schaaf, conselheiro da instituição, são os autores do texto. Nele, argumentam contra a criptomoeda como meio de pagamento ou investimento.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Apesar da recente aprovação de ETFs de bitcoin nos Estados Unidos, os autores sustentam que isso não altera a natureza do bitcoin. Para eles, não importa que os ETFs atraíram bilhões em investimentos e se destacaram em desempenho

Eles discordam das afirmações de que os investimentos em bitcoin são seguros e que a recuperação de preço recente indica um sucesso incontestável. Assim, reafirmando que o valor justo do bitcoin permanece sendo zero.

Críticas do BC Europeu ao Bitcoin

Bindseil e Schaaf preveem um novo ciclo de alta para a criptomoeda como uma perspectiva desafiadora. Nesse sentido, potencialmente resultando em “danos colaterais massivos”, incluindo impactos ambientais e redistribuição de renda às custas dos menos informados.

Eles relembram uma publicação anterior no blog do BC Europeu, onde já haviam destacado os “perigos sociais” do bitcoin e sua caminhada para a irrelevância, concluindo que os riscos mencionados se concretizaram, apesar da criptomoeda manter sua relevância.

Os autores criticam a inconveniência, lentidão e custo das transações em bitcoin, citando a baixa adoção em El Salvador como exemplo. Quanto ao bitcoin como investimento, argumentam que o ativo não gera fluxo de caixa, dividendos.

Ademais, também dizem que pode ser usado produtivamente, não oferece benefícios sociais nem possui valorização subjetiva. Portanto, atraindo investidores de varejo menos experientes pelo medo de perder oportunidades, o que pode levar à perda de dinheiro.

Eles atribuem a recente alta do bitcoin à expectativa de queda dos juros globais e à aprovação dos ETFs nos EUA, mas enfatizam que isso não altera os fundamentos do ativo.

“Para seus defensores, a aprovação formal confirma que os investimentos em bitcoin são seguros e a recuperação mais recente [de preço] é a prova de um triunfo imparável. Discordamos de ambas as afirmações e reiteramos que o valor justo do bitcoin ainda é zero”, dizem os autores.

A visão de Bindseil e Schaaf reflete a opinião de uma parte do mercado e autoridades que criticam a criptomoeda, enquanto o número de instituições tradicionais que apoiam o bitcoin, como a BlackRock, continua crescendo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda