Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Argentina: eleições podem afetar o Bitcoin e as stablecoins no país, diz CEO da Ripio

Em meio a esse cenário, a moeda local, o peso argentino, sofreu desvalorizações significativas.

A Argentina, um país já conhecido por suas instabilidades econômicas há alguns anos, enfrenta mais um período de incertezas com as recentes eleições de 2023. Em meio a esse cenário, a moeda local, o peso argentino, sofreu desvalorizações significativas. O segundo turno contará com o atual ministro da Economia, Sergio Massa, e o ultraliberal Javier Milei.

Nesse sentido, a incerteza leva a população a buscar alternativas mais seguras para proteger seus patrimônios. Uma dessas alternativas tem sido o investimento em criptoativos, especialmente as stablecoins.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

CEO da Ripio diz que câmbio ainda pode “mudar drasticamente”

Sebastian Serrano, CEO e cofundador da Ripio, uma das principais empresas de cripto da América Latina, compartilhou sua visão sobre o atual momento que a Argentina está passando.

“Em momentos de incerteza política, como nas eleições da Argentina, é esperado que ocorra uma desaceleração da atividade econômica. No entanto, neste ano, essa desaceleração foi agravada pela crise macroeconômica”, afirma Serrano.

O executivo destaca que o cenário para o câmbio local pode mudar drasticamente dependendo do resultado final das eleições, uma vez que os candidatos apresentam propostas muito distintas.

“A instabilidade vivida no país, que enfrenta uma hiper inflação e desvalorização do peso, levou a um aumento nos investimentos em stablecoins, principalmente para se ter mais segurança sobre os patrimônios”, afirma.

A Ripio observou um incremento de 110% na comparação de julho com agosto, mês das PASO (primárias argentinas). Além disso, entre setembro e outubro, houve um crescimento de 68% nas transações com stablecoins na Ripio Wallet. “Estes números reforçam a necessidade de uma stablecoin criada por latino-americanos para latino-americanos”, ressalta Serrano.

“Acreditamos que o mercado seguirá avançando no país e contribuiremos com o desenvolvimento do ecossistema, independemente da liderança que assumirá o poder. Como uma das principais empresas de cripto da região, a Ripio manterá seus investimentos constantes na América Latina, sempre pensando em soluções que possibilitem um aumento da adoção cripto para pessoas e empresas”, afirma.

Stablecoins da Ripio enchem os olhos dos argentinos, segundo o CEO

Uma dessas stablecoins é o Criptodólar (UXD), pareado ao dólar norte-americano e criado pela Ripio. Em menos de dois meses após seu lançamento, o UXD já representa mais de 41% do market share de stablecoins na wallet da empresa, segundo o CEO. Durante o final de semana das eleições, tornou-se a stablecoin mais holdeada na Ripio Wallet.

“A relevância do Criptodólar (UXD) é inegável, e uma evidência disso é que pessoas e empresas estão convertendo seus pesos para o UXD”, diz

A Argentina ocupa o décimo quinto lugar no Índice Global de Adoção de cripto, segundo estudo da Chainalysis. “Acreditamos que o mercado seguirá avançando no país e contribuiremos com o desenvolvimento do ecossistema, independentemente da liderança que assumirá o poder”, conclui Serrano.

Em um mundo cada vez mais digital, a busca por alternativas financeiras seguras e confiáveis se torna essencial. As eleições na Argentina podem ter um impacto direto no peso e no Bitcoin, mas, acima de tudo, mostram a crescente relevância das criptomoedas na vida dos argentinos, conforme diz o CEO.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares