Notícias

Alguém lucrou R$32 bilhões investindo em um meme em mais um sinal de que o mundo está maluco.

Lançada como a competidora oficial de outro meme, a DogeCoin, a cripto Shiba Inu se tornou um sinônimo da insanidade de liquidez no mercado.

A diferença entre 8 para 4 zeros a direita no preço da cripto “Shiba Inu” uma memecoin competidora do Dogecoin, foi suficiente para transformar $8 mil em $5,7 bilhões em um espaço de um ano.

Neste período a Shiba viu seu preço sair de $0.000000000189 para $0.00007941.

Sozinha, essa carteira misteriosa é responsável por controlar 13% da oferta global de Shibas.

O ganho exponencial, de 7 milhões de %, se deu graças ao crescimento da cripto, que chegou a superar BTG e XP em valor de mercado.

Na teoria, a Shiba nasceu como uma moeda meme, sem qualquer valor. Na prática, a adoção por usuários seguindo a “piada”, fez seu valor de mercado chegar ao Top10 de Criptos mais valorizadas, superando o próprio DogeCoin, que conta com Elon Musk entre seus principais influencers.

O investidor que aportou este valor segue desconhecido, mas a carteira voltou a ter movimentação recentemente.

Em 20 de agosto de 2020, a carteira adquiriu 70,1 bilhões em Shiba, além de outros 24,2 trilhões em 6 de setembro.

Outros dois “investidores” da criptomeme se tornaram notícia em Maio deste ano após comprarem $8000 em Shiba em fevereiro de 2021, o investimento de ambos está agora avaliado em $63 milhões, ou estaria, caso não tivessem vendido por $9 milhões

Tommy e James (cujos sobrenomes não foram publicados), começaram comprando cerca de $200 dólares em Shiba, e em seguida convenceram sua mãe e parentes a fazerem o mesmo.

Segundo ambos contaram a CNN, o valor aplicado se transformou em $1 milhão em cerca de um mês.

Ambos ressaltam como conselho que “nunca investiram nada que não poderiam perder, afinal, trata-se de uma piada”.

O investimento em questão ressalta a liquidez avassaladora no mercado. Segundo pesquisas buscando compreender como os americanos gastaram os cerca de $400 bilhões que receberam em “auxílio emergencial”, cerca 10% deste valor foi destinado a criptomoedas.

O gasto do governo americano com auxílios tem se tornado um problema no momento, afinal, o déficit público que atingiu 15% do PIB na pandemia, não tem cedido, ao passo em que as pressões para manter os auxílios seguem.

Em dado momento, cerca de 68% dos americanos ganhavam mais estando desempregados do que trabalhando.

Em outro sinal do tipo, a escassez de trabalhadores tem levado redes como McDonald ‘s a promover adolescentes de 19 anos como gerentes de lojas, com salários de até $50 mil por ano.

Se os dados macro não parecem nada animadores, porém, alguns têm motivos para achar graça. Nem que seja de um meme de cachorro.

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.