Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

10% do caixa do governo americano está em Bitcoin

Em meio a negociações para elevar o teto da dívida, o governo americano chegou a uma situação curiosa: hoje 10% do caixa está em Bitcoin

O presidente americano Joe Biden e o presidente da Câmara, Kevin McCarthy, chegaram a um consenso em relação ao aumento do teto da dívida. No entanto, o acordo ainda precisa ser submetido à votação no Congresso americano. Enquanto isso, os Estados Unidos continuam enfrentando uma situação de caixa reduzido, possuindo atualmente menos de US$50 bilhões em reservas. Vale ressaltar que os US$5,7 bilhões em Bitcoin representam mais de 10% das disponibilidades do governo.

A crise se instaurou quando o governo atingiu o limite de endividamento, estabelecido em US$31,4 trilhões, em janeiro deste ano. Em seguida, o governo Biden teve que negociar com o Congresso um novo aumento.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Com um déficit de US$1 trilhão em apenas 6 meses, o Congresso, controlado pela oposição, passou a exercer pressão sobre o governo.

O acordo, que deverá ser votado nesta semana, é de extrema urgência, uma vez que o governo americano possui apenas mais 5 dias de caixa restante.

Atuais reservas e movimentações

Atualmente, o governo americano detém uma reserva significativa de 205,515 Bitcoin, que, com base no valor de mercado atual, equivale a aproximadamente $5,689,718,636. 

Isso representa cerca de 1,06% da oferta circulante total de Bitcoin. A última movimentação registrada dessas carteiras ocorreu em 7 de março de 2023, demonstrando que o governo dos EUA continua a gerenciar ativamente suas reservas de Bitcoin. Você pode conferir mais detalhes na thread abaixo:

A origem das moedas

O Silk Road era um mercado online, no qual os usuários podiam adquirir uma ampla variedade de produtos, que iam desde drogas até armas e outros itens comuns, utilizando Bitcoin como forma de pagamento. No entanto, em 2013, o FBI encerrou as atividades do Silk Road e deteve seu fundador, Ross Ulbricht. Como parte dessa operação, o FBI realizou a apreensão de aproximadamente 144.000 Bitcoins, os quais, na época, tinham um valor estimado em cerca de $122 milhões.

O governo americano adquiriu uma quantidade significativa de Bitcoin, principalmente por meio de apreensões relacionadas a atividades criminais. Ele obteve a maioria desses Bitcoins ao reprimir operações em mercados descentralizados na internet, como o famoso caso do Silk Road.

Além do Silk Road, o governo dos EUA também adquiriu Bitcoins por meio de outras apreensões relacionadas a atividades criminosas. Um exemplo recente ocorreu com a apreensão de Bitcoins relacionada ao hack da Bitfinex em 2016.

Em 2021, o Departamento de Justiça dos EUA recuperou e devolveu cerca de 63,7 Bitcoins (no valor de $2,3 milhões na época) para a Bitfinex. Esses Bitcoins foram apreendidos de um indivíduo chamado James Zhong, que foi acusado de participação no hack.

O Serviço de Administração de Ativos dos EUA (USMS) mantém e periodicamente leiloa os Bitcoins apreendidos. Por exemplo, nos anos de 2014 e 2015, o USMS realizou uma série de leilões para vender os Bitcoins apreendidos do Silk Road.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica