Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Tecnologia

X processa órgão de combate ao ódio na internet

Nesse sentido, a plataforma diz que o órgão faz falsas acusações em torno de um suposto reforço de discursos de ódio pela, e dentro, da plataforma.

O X, antigo Twitter, está processando o Center for Countering Digital Hate (CCDH). Nesse sentido, a plataforma diz que o órgão faz falsas acusações em torno de um suposto reforço de discursos de ódio pela, e dentro, da plataforma.

A CCDH é uma organização britânica sem fins lucrativos. Seu objetivo é organizar campanhas para que grandes empresas de tecnologia parem de fornecer serviços a indivíduos que possam promover ódio e desinformação na internet.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

“Apesar de nosso progresso contínuo, o Center for Countering Digital Hate (CCDH) e seus patrocinadores têm trabalhado ativamente para fazer afirmações falsas e enganosas, incentivando os anunciantes a interromper o investimento na plataforma. X é um serviço público gratuito financiado em grande parte por anunciantes. Por meio da campanha de intimidação do CCDH e sua contínua pressão sobre as marcas para impedir o acesso do público à liberdade de expressão, o CCDH está trabalhando ativamente para impedir o diálogo público”, anuncia X em blog desta quarta-feira (2).

Acusações da X contra a CCDH

Conforme defendido pela plataforma, o órgão está ferindo a liberdade de expressão dos usuários, algo fundamental para o funcionamento saudável de uma sociedade global. Ainda segundo o X, a plataforma luta para garantir esse direito a seus usuários.

“Se ela [liberdade de expressão] for retirada, é quase impossível recuperá-la. É por isso que continuaremos a defender os direitos das pessoas, incluindo mais de meio bilhão de vocês que recorrem continuamente à nossa plataforma”, diz X no Twitter.

Entre as acusações do X contra o CCDH estão:

  • Visando pessoas em todas as plataformas que falam sobre questões com as quais o CCDH não concorda.
  • Tentar coagir o banimento de usuários cujas opiniões não estejam de acordo com a agenda ideológica da CCDH.
  • Visando organizações de liberdade de expressão, concentrando-se em seu fluxo de receita para remover serviços gratuitos para as pessoas.  
  • Tentar obter ilegalmente acesso não autorizado aos dados da plataforma de mídia social e fazer uso indevido desses dados.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas