Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

O erro dos checadores. Sim, a inflação brasileira está menor que nos EUA.

A inflação brasileira projetada para 2022, além da acumulada no mesmo ano, está abaixo do CPI americano.

Pela segunda vez desde o início da campanha, agências de checagem insistem em avaliar uma frase colocada pelo candidato Jair Bolsonaro como sendo falsa. Segundo ele, a inflação brasileira está menor do que a dos EUA. Para a agência, a afirmação é falsa.

A análise da Lupa considera a inflação em 12 meses, que por aqui ainda está em 10,7%, enquanto nos EUA está em 8,5%. 

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

A despeito destes dados passados, porém, há 2 campos nos quais o Brasil se sai melhor: a inflação acumulada em 2022.

Em 2022, o CPI americano aponta uma inflação de 5,31%, contra 4,77% de alta no IPCA, o índice brasileiro de inflação. 

Já na projeção anual, nossa inflação está em 7,03% em 2022. Também menor que a americana. 

A questão, claro, está na decisão de qual índice escolher. E há razões para adotar ambos.

O índice de 12 meses aponta a inflação acumulada, enquanto a projeção tem por foco a tendência. Neste segundo ponto, é onde aparece a força de ações por parte do Banco Central, e do executivo em reduzir a inflação.

Ao se levantar a discussão sobre a inflação brasileira está menor, por razões óbvias o que se está comentando é a projeção. É onde fica evidente as ações que têm sido tomadas pelo governo, por mais críticas que se possa ter a elas. 

Nos EUA, Joe Biden está em vias de aprovar o IRA, Inflation Reduction Act. que garante além de maiores subsídios em energia limpa, isenções de impostos em áreas como saúde. O plano de Biden, que deve custar $390 bilhões na década, prevê uma queda na inflação a longo prazo.

A curto prazo, a expectativa é que as taxas de juros aumentando por lá, ajudem a desaquecer a economia americana, que se encontra no chamado “pleno emprego”, quando o nível de desemprego é tão baixo que considera-se que qualquer pessoa que deseja encontrar um emprego irá conseguir. 

A redução na inflação brasileira se dá por meio de subsídios diretos, com redução de impostos, e um aumento da taxa de juros. A turbulência eleitoral, porém, tem impedido que o dólar consiga cair nos níveis que nossos juros maiores impõem. 

Na prática, a alta do dólar explica a maior parte da nossa inflação recente, e a depender da condução de política fiscal, com menor necessidade de financiamento por parte do governo, é possível esperar uma queda do dólar e um nível menor de inflação. 

Com relação às medidas adotadas, porém, a fala do presidente sobre nossa inflação ser menor hoje, é um fato. Questione-se os argumentos em torno da queda, não o dado em si. 

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas