Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Inflação dos EUA é maior que a do Brasil mesmo com estabilidade em julho

Queda no preço da gasolina refletiu no índice de preços ao consumidor dos dois países.

Os Estados Unidos acumulam uma inflação superior a do Brasil em 2022 até agora. Nos primeiros sete meses do ano, o índice de preços ao consumidor (CPI) dos EUA atingiu 5,31%.

Enquanto isso, no Brasil o IPCA foi de 4,77% no mesmo período. A diferença permanece mesmo com os dados divulgados nesta quarta-feira (10). Em julho de 2022, o CPI apresentou estabilidade, ao contrário da previsão de alta do mercado.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Já no Brasil, o país terminou o último mês com deflação de 0,68%, registrando uma queda acentuada nos preços, desencadeada pela redução no preço de combustíveis como a gasolina.

No mercado cripto, ativos como o bitcoin esperam por uma queda no nível de inflação atual dos EUA. O país acumula 8,5% de inflação nos últimos meses. O que significa uma redução de 9,1% segundo projeção de junho de 2022.

Para o analista on-chain do BlockTrends, Cauê Oliveira, a retração na inflação tende a injetar liquidez em ativos como o bitcoin e no mercado de ações. Enquanto isso, o FED tenta conter o índice, e espera até o fim do ano terminar com uma inflação de 2%.

“Ativos de risco no geral, seja bolsa ou bitcoin, precificam positivamente uma queda no nível de inflação atual, isto acontece pela expectativa de que o FED reduza sua postura contracionista em breve, voltando a injetar liquidez no sistema financeiro e impulsionando ativos. Com queda na inflação, o FED entende que seu papel está finalmente sendo cumprido, mas será preciso de alguns meses de contínua desaceleração para atingir cerca de 2%, meta atual do Banco Central.”

Inflação fica estável nos EUA


O PCI divulgado pelos Estados Unidos apresenta estabilidade no mercado provocada pela queda nos preços dos produtos. Assim como no Brasil, a economia norte-americana foi impactada pela redução no preço dos combustíveis.

Nos EUA, o preço da gasolina sofreu redução de 7,7% no último mês. O custo de energia também caiu, 4,6% no mesmo período, aponta o relatório do Bureau of Labor Statistics.

“A gasolina caiu 7,7% em julho e compensou os aumentos nos índices de alimentação e moradia, resultando em que o índice de todos os itens permaneceu inalterado ao longo do mês. O índice de energia caiu 4,6% ao longo do mês, à medida que os índices de gasolina e gás natural diminuíram, mas o índice de eletricidade aumentou. O índice de alimentos continuou a subir, aumentando 1,1% no mês, à medida que os alimentos em índice de casas subiu 1,3%.”

Deflação no Brasil


A inflação acumulada em 2022 pelo Brasil é menor que a dos Estados Unidos. A deflação registrada em julho deste ano é a primeira em dois anos na economia do país.

A redução foi provocada pela queda nos preços dos combustíveis, com redução de mais de 15% para a gasolina e 11,38% para o etanol. A variação nos preços aconteceu logo após a revisão do ICMS.

Sendo assim, a inflação acumulada pelo Brasil no primeiro semestre é de 4,77% contra 5,31% dos Estados Unidos. No entanto, os preços de alimentos e serviços seguem em alta no país.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas