Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Justiça bloqueia salário de Willian Bigode por caso envolvendo pirâmide de cripto

O Globo Esporte divulgou essa decisão, que surgiu a partir de um pedido feito pelos advogados do lateral do Palmeiras, Mayke

O jogador do Fluminense, Willian Bigode, atualmente emprestado ao Athletico-PR, enfrenta um bloqueio de 30% de seu salário por determinação judicial. Nesse sentido, a medida visa compensar uma vítima de um esquema fraudulento envolvendo criptomoedas.

O Globo Esporte divulgou essa decisão, que surgiu a partir de um pedido feito pelos advogados do lateral do Palmeiras, Mayke. Mayke, ex-companheiro de Willian no time paulista, investiu na Xland Holding Ltda, empresa acusada de ter o envolvimento de Willian Bigode.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Baseada no Acre, a Xland Holding Ltda prometia gerenciar criptomoedas de seus clientes. No entanto, em 2022, a empresa suspendeu os saques, justificando que perdeu tudo com a corretora FTX, que faliu. Gustavo Scarpa, outro ex-colega de time de Willian no Palmeiras, também processou a empresa.

A Xland atraía jogadores de futebol brasileiros com promessas de retornos mensais de 3,5% a 5%. Tanto Gustavo Scarpa quanto Mayke foram vítimas, e Willian Bigode afirma ter perdido 17 milhões de reais no esquema. A empresa alegava ter um respaldo em pedras preciosas, cuja existência e valor ainda não foram confirmados. Assim, muitos clientes temem grandes perdas.

Em resposta, os advogados de Willian Bigode anunciaram que vão recorrer e enfatizaram que nem o jogador, nem suas associadas ou sua empresa WLJC têm qualquer envolvimento com a gestão da Xland.

O que aconteceu?

A Xland atraía clientes para investir em criptomoedas, prometendo retornos mensais entre 3,5% e 5%. Mayke e Gustavo Scarpa investiram mais de 10 milhões de reais, enquanto Bigode diz ter perdido 17 milhões de reais. No site Reclame Aqui, muitos clientes expressam suas insatisfações com a Xland. Em defesa, a empresa atribui a culpa à corretora FTX e afirma ter acionado um seguro.

A empresa assegura que está aguardando o repasse dos valores pelo banco para continuar com os pagamentos e reembolsos solicitados. Eles comunicam que todos os consultores foram informados sobre a situação e orientados a atualizar os clientes.

Além disso, a empresa garante que todos os montantes serão devolvidos aos clientes. No entanto, parece que os esforços para recuperar o dinheiro dos clientes ainda estão em andamento, com processos judiciais solicitando a devolução dos fundos dos jogadores afetados.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda Criptomoeda ENA contraria Bitcoin e dispara 20% hoje A ‘retaliação’ de Musk: 50% de desconto na Starlink ou internet de graça