Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Japão luta contra inflação aprovando medidas econômicas

Legisladores da oposição criticaram as medidas econômicas por serem tardias e superficiais.

O gabinete do Japão aprovou, nesta quinta-feira (2), um pacote de medidas econômicas no valor de aproximadamente 17 trilhões de ienes (US$ 112 bilhões). As medidas inclui cortes de impostos de renda. A medida é tomada enquanto o Primeiro-Ministro Fumio Kishida enfrenta inflação persistente e queda nos índices de aprovação.

“Os aumentos salariais não estão acompanhando o aumento dos preços”, disse Kishida em uma coletiva de imprensa na quinta-feira à noite. Após o governo anunciar um corte temporário no imposto de renda fixo e no imposto de residente. O corte custará mais de 3 trilhões de ienes e entrará em vigor já em junho de 2024.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Kishida expressou a esperança de estimular o consumo aumentando a renda disponível das pessoas e criando um ciclo virtuoso na economia. “Há sinais positivos de uma ruptura com a deflação de longa duração, e esperamos garantir que essa tendência continue”, afirmou ele.

O imposto de renda será reduzido em 30.000 ienes e o imposto de residente em 10.000 ienes por pessoa, por uma única vez. As famílias de baixa renda, já isentas do último, receberão 70.000 ienes. O plano de estímulo econômico também inclui a extensão até o final de abril de 2024 de subsídios para aliviar o aumento dos preços da gasolina, eletricidade e gás.

Economia japonesa

O índice de preços ao consumidor principal do Japão subiu 2,8% em setembro em relação ao ano anterior. Desse modo, estando abaixo do aumento de 3,1% em agosto, de acordo com dados oficiais. No entanto, os preços dos alimentos, excluindo itens frescos, subiram acentuadamente em 8,8%.

O amplo estímulo ocorre enquanto Kishida continua a enfrentar desafios. A taxa de aprovação de seu gabinete caiu nove pontos percentuais desde setembro para 33%. Os dados são segundo uma pesquisa da Nikkei e TV Tokyo realizada de 27 a 29 de outubro. Esse foi o índice mais baixo desde que ele assumiu o cargo em outubro de 2021. Cerca de 65% dos entrevistados disseram que os cortes de impostos não são uma resposta apropriada aos preços altos, enquanto 24% aprovaram.

Nesse sentido, o governo afirmou que as receitas fiscais aumentadas serão devolvidas diretamente aos contribuintes. As receitas fiscais do Japão com impostos de renda e de residentes aumentaram em 3,5 trilhões de ienes nos dois anos até o ano fiscal de 2022.

Legisladores da oposição criticaram as medidas econômicas por serem tardias e superficiais. Jun Azumi, do Partido Democrático Constitucional do Japão, disse: “As pessoas podem perceber se é necessário para a sobrevivência delas ou para fins eleitorais.”

Medidas podem não agradar os eleitores

Nobuyuki Baba, líder do Nippon Ishin (Partido da Inovação do Japão), disse à Nikkei Asia: “Não há como essas medidas econômicas clichês serem aceitas pelo público.” Alguns críticos dizem que o novo pacote é difícil de entender porque Kishida corta impostos de um lado, enquanto planeja aumentá-los do outro para cobrir os crescentes custos de defesa.

Mas Kishida defendeu essas ações na quinta-feira, dizendo: “O reforço das capacidades de defesa é outra questão importante para o Japão que não pode ser adiada. As medidas fiscais para fortalecer as capacidades de defesa e os cortes de impostos são consistentes entre si.”

Além disso, as medidas econômicas também incluem um plano para estabelecer um fundo de 10 anos, no valor de 1 trilhão de ienes, para apoiar o desenvolvimento de tecnologia relacionada ao espaço por empresas e universidades ao longo de vários anos.

O governo preparará um projeto de orçamento suplementar de aproximadamente 13,1 trilhões de ienes para apresentação na atual sessão da Dieta para financiar o plano de estímulo econômico.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Zicou? Faria Lima terá estátua em homenagem a Satoshi Nakamoto Pós-Halving, comprar um pão em Bitcoin custa R$660? Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12)