Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Coinbase planeja expandir para o Brasil

Fábio Plein, Diretor Regional da Coinbase, destacou que a Coinbase adota uma abordagem proativa, colaborando com governos para estabelecer soluções benéficas.

Fábio Plein, Diretor Regional da Coinbase, uma das principais plataformas de compra e venda de criptomoedas, está buscando expandir a presença da empresa no Brasil. As informações são de uma entrevista ao portal CoinTelegraph BR. Desse modo, uma das maiores corretoras dos EUA está olhando com bons olhos para o mercado brasileiro.

Nesse sentido, o contexto do cenário brasileiro é de aguardar a definição de regras pelo Banco Central do Brasil (BC). Portanto, a perspectiva estratégica e insights de Plein sobre o papel da regulamentação são fundamentais para compreender o momento atual e futuro do setor de criptoeconomia.

Em entrevista ao Cointelegraph Brasil, Plein compartilhou a visão da Coinbase sobre a importância da regulamentação e discutiu a abordagem da empresa diante deste cenário global emergente. Ele também revelou os planos estratégicos da plataforma em relação ao Brasil, um mercado-chave em sua expansão global.

Plein destacou que a Coinbase adota uma abordagem proativa, colaborando com governos para estabelecer soluções benéficas. Ele acredita que uma regulamentação clara e sensata é essencial para o crescimento da criptoeconomia.

Brasil avança em legislação

O Brasil tem avançado com legislações como a Lei 14.478/22, que estabelece diretrizes observadas pelo Banco Central e pela CVM. Plein vê essas medidas como valiosas para definir um mercado responsável, protegendo consumidores e fomentando a inovação.

“O Brasil tem avançado com legislações como a Lei 14.478/22, estabelecendo diretrizes observadas pelo Banco Central e pela CVM. Essas medidas são valiosas para definir um mercado responsável, protegendo consumidores e fomentando a inovação”, diz.

O Brasil, de fato, está adotando uma postura muito mais amigável às criptomoedas do que os Estados Unidos por exemplo. A Coinbase, que já sofreu multas pela CVM norte-americana, recentemente abriu sua corretora internacional com objetivo de explorar novos territórios.

A Coinbase segue a estratégia “Go Broad, Go Deep”, priorizando mercados como o Brasil. A empresa pretende contribuir com discussões, aprendendo e compartilhando sua visão para um diálogo construtivo no país.

Em termos de segurança, a Coinbase se compromete com rigorosos padrões de segurança e compliance, mantendo a segurança dos ativos dos clientes e aderindo a protocolos de conformidade.

Por fim, Plein vê os reguladores desempenhando um papel crucial para garantir a segurança do usuário e fomentar a inovação. A Coinbase está comprometida em colaborar com governos e reguladores para promover a liberdade financeira globalmente.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin