Economia

Auxílio-Uber: motoristas podem receber até R$ 1 mil com PEC dos benefícios

Proposta legislativa pretende incluir repasse para motoristas de aplicativos em todo o Brasil

Além de motoristas de caminhão, profissionais que dirigem carros por aplicativos podem ser beneficiados com a PEC dos benefícios. A proposta é incluir o auxílio-Uber para motoristas da categoria de até R$ 1 mil.

De acordo com o deputado Danilo Forte (União-CE), o auxílio-Uber pode ser colocado em votação na Câmara. Dessa forma, motoristas que trabalham em aplicativos poderiam se beneficiar com o repasse.

Embora a proposta ainda não tenha sido votada, a ideia será encaminhada para o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL). A sugestão pode ser incluída na PEC, que foi votada anteriormente no Senado.

PEC pode incluir auxílio-Uber

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 1/2022 pode provocar um impacto superior a R$ 40 bilhões na economia brasileira. O texto da emenda deve ser votado na Câmara ainda nesta semana.

Alguns parlamentares defendem a criação de um benefício exclusivo para motoristas de aplicativo, chamado de auxílio-Uber. O texto contempla também motoristas de táxis, além de caminhoneiros autônomos.

Inicialmente, a proposta pode apresentar o valor de R$ 1 mil para o benefício. No entanto, os motoristas estão dispostos a negociação, e podem aceitar um repasse de até R$ 200.

Proposta aumenta auxílios sociais

O Brasil pode aprovar uma nova PEC voltada para criar e incrementar benefícios sociais para a população. Se for aprovada, a proposta aumentará em R$ 200 reais o benefício Auxílio Brasil.

Dessa forma, os beneficiários receberão R$ 600 através do Auxílio Brasil. Esse acréscimo será responsável por um orçamento de R$ 26 bilhões e deve impactar 1,6 milhão de famílias.

O aumento dos benefícios deve ser temporário, e a justificativa para isso é a apresentação de um estado de emergência provocado pelo aumento do preço dos combustíveis.

Outro benefício que sofrerá mudanças é o vale-gás. O valor do repasse pode aumentar para R$ 120, impactando os cofres públicos em R$ 1,05 bilhão. Enquanto isso, o auxílio para motoristas de caminhão deve receber um orçamento de R$ 5,4 bilhões.

O governo federal pretende ainda subsidiar a gratuidade do transporte público para aposentados. Nesse caso, o gasto será de R$ 2,5 bilhões. Já o auxílio para taxistas, será de R$ 2 bilhões.

Por outro lado, o auxílio-Uber pode impactar severamente o orçamento esperado para a PEC 1/2022. Com a adição desse benefício, o Brasil pode aumentar os gastos da proposta em até R$ 50 bilhões.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Faraó do Bitcoin declara R$60 milhões em campanha política Brasil volta a crescer e PIB sobe 0,69% em junho Quanto os bilionários brasileiros já perderam em 2022 Como o Flamengo saiu da falência para o maior orçamento do Brasil Inflação mensal na Argentina supera a anual no Brasil em Julho