Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Google Cloud firma parceria com El Salvador; mineração de Bitcoin em nuvem?

Nada foi anunciado sobre mineração de Bitcoin. Contudo, existe a possibilidade tecnológica, e até legal, para tal.

A Google Cloud anunciou que firmou um acordo plurianual de sete anos com o governo de El Salvador. É de informação conhecida, que o país latino americano é bastante amigável ao Bitcoin, inclusive tem a criptomoeda como curso forçado, e investe na atividade de mineração.

“Google Cloud planeja estabelecer uma entidade legal e um escritório do Google Cloud na República de El Salvador. Assim, iniciar uma instância do Google Distributed Cloud (GDC) para o país. Desse modo, aproximará a infraestrutura de onde os dados de El Salvador são gerado, e criaremos um Centro de Excelência em Nuvem para oferecer orientação técnica para empresas e organizações sobre como obter os maiores benefícios da tecnologia e inovações em nuvem”, anuncia a empresa.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Ao longo desta parceria estratégica de 7 anos, enquanto se aguarda a aprovação legislativa, o Google Cloud e o governo de El Salvador dizem que trabalharão juntos. O objetivo é colocar as tecnologias de nuvem no centro do esforço de modernização do país em três áreas distintas, sendo elas, Governo Digital, saúde e educação.

“El Salvador está avançando. Acreditamos que a tecnologia e o investimento estrangeiro são fundamentais para o desenvolvimento. Estamos nos tornando rapidamente um centro de inovação. Esta aliança inovadora com o Google Cloud abre caminhos sem precedentes para inovação, crescimento econômico e serviços públicos aprimorados. A experiência global do Google combinado com a audácia de El Salvador redefinirá o cenário tecnológico”, disse Nayib Bukele, Presidente da República de El Salvador .

“Esperamos trabalhar lado a lado com El Salvador para promover o desenvolvimento tecnológico na América Central ”, disse o CEO do Google Cloud, Thomas Kurian . “O acesso à computação em nuvem se expandiu dramaticamente nos setores e regiões em todo o mundo, permitindo que tanto as pequenas empresas quanto o setor público utilizem os mesmos aplicativos e serviços que os mercados mais maduros. A computação em nuvem pode realmente transformar a América Latina, e esperamos ansiosamente explorar todo o potencial dessas possibilidades em El Salvador , beneficiando os seus cidadãos e impulsionando o desenvolvimento económico.”

Mineração de Bitcoin em nuvem?

Nada foi anunciado sobre mineração de Bitcoin. Contudo, existe a possibilidade tecnológica, e até legal, para tal. Vale ressaltar que existe um custo para fazer a mineração em nuvem de forma 100%. A mineração de Bitcoin requer uma quantidade significativa de poder computacional. Contudo, usar o Google Cloud para gerenciar e otimizar operações de mineração existentes pode ser mais rentável.

O Google Distributed Cloud (GDC): O GDC pode ser benéfico para distribuir e gerenciar operações de mineração em diferentes locais, especialmente se El Salvador planeja expandir suas operações de mineração para várias localidades. Portanto, alugar essa capacidade de provedores de computação em nuvem pode ser caro, e pode não ser rentável, especialmente quando os preços do Bitcoin estão baixos.

Os Termos de Serviço do Google Cloud ainda não mencionam explicitamente a proibição da mineração de Bitcoin. Alguns provedores de computação em nuvem proíbem a mineração de criptomoedas em seus termos de serviço devido ao uso intenso de recursos e ao potencial de abuso.

Além disso, mineradores que optam pela mineração em nuvem enfrentam riscos adicionais de segurança, pois hackers podem invadir o provedor e causar a perdas. Todavia, ao unir a computação em nuvem com as máquinas ASICs, máquinas específicas para mineração de Bitcoin, seria possível ter um resultado eficiente. Nesse sentido, em vez de configurar e manter fisicamente as máquinas ASIC em sua localização, você poderia hospedá-las em um centro de dados especializado.

Esses centros de dados podem oferecer melhores condições de resfriamento, segurança e, muitas vezes, eletricidade mais barata. Nesse sentido, o acesso e gerenciamento das ASICs é remoto, na nuvem, embora o hardware ainda seja dedicado e físico.

Coleta e gerenciamento de dados

Além disso, usando soluções de computação em nuvem, você pode criar sistemas de gerenciamento centralizado para monitorar e controlar as ASICs. Isso pode incluir monitoramento de desempenho, alertas, atualizações de firmware e outras tarefas administrativas.

Ademais, a computação em nuvem pode ser usada para analisar os dados de mineração. Por exemplo, coletar dados sobre a eficiência de suas máquinas, o preço atual do Bitcoin, os custos de eletricidade. Além disso, usar essa informação para otimizar sua operação de mineração.

Outro benefício poderia ser a escalabilidade. Ao decidir expandir a operação de mineração, a computação em nuvem pode facilitar a adição de mais ASICs ao conjunto. Desse modo, usar soluções em nuvem para implantar configurações e atualizações em várias máquinas simultaneamente.

Por fim, a integração com pools de mineração poderia ser outra vantagem. A computação em nuvem pode facilitar a integração e o gerenciamento de conexões com diferentes pools.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas