Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Elon Musk teve ajuda da Binance para comprar Twitter

Exchange reforça investimento na rede social e diz que pode aumentar oferta de US$ 500 milhões.

O bilionário Elon Musk oficializou a compra do Twitter nesta quinta-feira (27). A negociação da rede social foi finalizada por US$ 44 bilhões, onde empresas como a Binance participaram do investimento.

De acordo com a exchange, US$ 500 milhões foram investidos na compra da rede social. Os planos da Binance envolvem explorar o Twitter para integrar a nova internet, também conhecida como web3.

Em comunicado da Binance, um porta-voz confirmou que a exchange mantém o compromisso de investir no Twitter. A empresa sinalizou, inclusive, que pode aumentar a oferta pela rede social.

Binance compra Twitter


A Binance participará da arrecadação do valor total pago pelo Twitter oferecido por Elon Musk. Em maio de 2022, a exchange anunciou que investiria US$ 500 milhões na negociação da rede social.

A exchange afirma que pretende integrar o conceito de Web3 em redes sociais como o Twitter. Além disso, Changpeng Zhao, fundador e CEO da plataforma, afirma que essa integração pode resultar em adoção cripto e uso da tecnologia blockchain.

A compra do Twitter estava sendo negociada desde maio de 2022. No entanto, Elon Musk desistiu da negociação, mas voltou atrás e manteve a proposta inicial. Nesta quinta-feira (27), ele esteve na sede da empresa, e levou uma pia com ele.

Rede social foi vendida por US$ 44 bilhões


No final do primeiro semestre deste ano, Elon Musk ofereceu US$ 44 bilhões pelo Twitter, em uma negociação que durou seis meses. Além do bilionário, outras empresas participam do investimento na compra da rede social.

Sendo assim, a Binance garantiu ao criador da SpaceX um investimento de US$ 500 milhões durante a primeira rodada de negociação. Mais de 20 empresas se comprometeram a ajudar Elon Musk a conseguir o valor necessário para concluir a negociação do Twitter.

Somente o grupo Fidelity, por exemplo, arrecadou US$ 7,1 bilhões como ajuda na compra da rede social. A oferta inclui participações da Sequoia e do bilionário Larry Ellison, que sozinho prometeu investir US$ 1 bilhão no negócio liderado pelo criador da Tesla.

Elon Musk também sinalizou que deveria fazer um empréstimo de US$ 6,25 bilhões para alcançar o montante da oferta de US$ 44 bilhões. Ainda na primeira fase de negociação foi divulgado que o bilionário investiria US$ 27,5 bilhões na compra do Twitter, do próprio bolso.

A chegada de Elon Musk na sede do Twitter, em São Francisco, Estados Unidos, resultou na demissão do presidente e de alguns executivos do Twitter. Porém, o bilionário assegurou que não demitirá 75% da equipe da rede social, confrontando rumores de demissão em massa na plataforma.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas