Notícias

Celsius paga US$ 120 milhões e diminui risco de liquidação de empréstimo

Empresa ainda deve US$ 82 milhões ao protocolo e amarga perda de US$ 675 milhões

A Celsius conseguiu diminuir o risco de liquidação de um empréstimo colateralizado em bitcoins realizado na plataforma Maker. No total, a empresa pagou US$ 120 milhões, reduzindo mais da metade da dívida.

A quitação parcial do empréstimo aconteceu nesta segunda-feira (4). Agora, a Celsius deve ainda US$ 82 milhões à Maker, além de manter outros empréstimos em plataformas cripto.

A Celsius enfrenta problemas de liquidez desde que o preço do bitcoin despencou no mercado nas últimas semanas. Assim como outras plataformas de empréstimos, a empresa viu sua margem ser reduzida significativamente com a desvalorização da criptomoeda.

Celsius aumenta margem de liquidação

A plataforma Celsius tenta controlar empréstimos cripto aumentando a margem de liquidação das operações. Somente no protocolo Maker, por exemplo, a dívida da empresa era de US$ 202 milhões.

Atualmente, a margem do empréstimo da Celsius na Maker é de cerca de US$ 5 mil. Dessa forma, o bitcoin precisa cair abaixo de US$ 15 mil para o empréstimo ser liquidado.

Plataforma solicitou empréstimo de US$ 1,8 bilhão

A dívida da Celsius corresponde a quase US$ 1,8 bilhão, colateralizado em depósitos de wrapped bitcoin (WBTC). A empresa possui cerca de 24 mil unidades de WBTC no protocolo de empréstimos.

Esse valor em WBTC representa o depósito da Celsius que garante a colateralização da operação. No entanto, o valor recebido pela empresa foi em stablecoins Dai (DAI).

Dessa forma, o pagamento de US$ 120 milhões para a Maker aconteceu em Dai. No total, foram três transações de US$ 6,2 milhões, US$ 50 milhões e de US$ 62 milhões.

Empresa deve mais US$ 275 milhões

Embora tenha reduzido a margem de liquidação na Maker, a Celsius contraiu outros empréstimos volumosos em empresas cripto. No protocolo da Compound, a dívida da plataforma é de US$ 100 milhões.

Enquanto isso, o empréstimo na Aave corresponde a US$ 175 milhões. Dessa forma, a dívida da Celsius nos três protocolos é de US$ 357 milhões em valores atuais.

Antes de evidenciar problemas com liquidez, a Celsius Network suspendeu os saques na plataforma no início de junho de 2022. Desde então, a empresa enfrenta dificuldades para manter a margem de empréstimos colateralizados em criptoativos.

A queda do preço do bitcoin para valores abaixo de US$ 20 mil afetou as operações da plataforma no mercado cripto. Além do recente pagamento de US$ 120 milhões à Maker, a empresa enviou mais US$ 14 milhões ao protocolo nos últimos dias, totalizando US$ 143 milhões quitados.

Mesmo com o pagamento parcial do empréstimo, o prejuízo da Celsius na Maker é grande. De acordo com dados do DeFi Explore, a empresa perdeu mais de US$ 675 milhões.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Faraó do Bitcoin declara R$60 milhões em campanha política Brasil volta a crescer e PIB sobe 0,69% em junho Quanto os bilionários brasileiros já perderam em 2022 Como o Flamengo saiu da falência para o maior orçamento do Brasil Inflação mensal na Argentina supera a anual no Brasil em Julho