Blockchain

Solana fica fora do ar dias após criador da cripto decretar fim do Bitcoin

Defensor de mudanças no código do Bitcoin, o fundador da cripto Solana agora se vê ocupado com mais uma falha que expõe a fragilidade da rede.

Em entrevista à rede americana CNBC, Anatoly Yakovenko, criador da Solana, declarou que acredita ser inevitável o desuso do Bitcoin caso a principal criptomoeda não mude o seu padrão de “prova de trabalho” que utiliza energia para validar transações.

Anatoly defende que o consumo excessivo de energia para manter a rede irá torná-la um grande inimigo público em um mundo que busca a transição energética. Na mesma linha, o fundador da Solana defende a “prova de participação”, onde a validação é feita por aqueles que possuem maiores somas da cripto em si, não demandando energia.

Outro fundador a se unir ao lema de Anatoly foi Chris Larsen, fundador Ripple, que alegou recentemente ser uma questão de tempo para que a mudança no código do Bitcoin seja feita. Segundo Larsen, em 5 anos o Bitcoin poderia consumir a mesma energia que o Japão.

A campanha, denominada de “Mude o código e não o clima”, busca transformar o código do Bitcoin para reduzir o impacto ambiental.

Essa, porém, não foi a única polêmica envolvendo a rede fundada em 2018 por Anatoly, que ficou offline durante cerca de 7h neste final de semana.

A alegação da empresa, segundo seu comunicado oficial, foi que a rede recebeu um número significativo de ordens, o que acabou por gerar um congestionamento, com cerca de 100gbps.

No sábado, um dos coordenadores de validação acabou por compartilhar o um google doc com as instruções necessárias para reiniciar a rede. 

Bolsa de Chicago deve lançar futuros de Solana e Cardano

Pioneira no lançamento de produtos vinculados a criptomoedas, a CME Group da bolsa de Chicago está analisando a possibilidade de lançar contratos futuros baseados em altcoins como Solana e Cardano.

A informação foi revelada pelo diretor de produtos de ações e criptomoedas da CME, Payal Shah, em um painel de discussão no Digital Asset Summit da CryptoCompare em Londres.

Segundo o executivo, o lançamento depende unicamente de questões regulamentares relacionadas ao índice de preço utilizado pela bolsa.

Sobre a regulamentação, Shah destacou a atual falta de certeza regulatória para altcoins nos Estados Unidos. “Precisamos saber para onde enviar a papelada”, afirmou Shah, referindo-se à falta de clareza sobre qual agência reguladora dos EUA terá jurisdição sobre instrumentos relacionados a altcoins.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
O YouTuber que foi dono de $620 bilhões por 7 minutos A gestora de $12,5 bilhões que quebrou por causa de um meme Petrobras pagou 15x mais ao governo do que a acionista minoritários Investimento de $1,6 bilhão da Binance vira $3 mil em 1 semana Os times que mais gastaram nessa janela de transferência