Artigo

Governo Chinês chama video-games de “drogas virtuais” e bloqueia novos lançamentos


Por Hugo Montan
Setembro 10, 2021

[post-views]

Desferindo um duro golpe em gigantes da indústria dos games como Tencent e NetEase, a China congelou o lançamento de novos jogos e videogames.

As agências reguladoras deram mais um passo no combate ao “uso indevido” dos video-games. A medida da vez foi diretamente atrelada às agências reguladoras do meio de entretenimento, que foram instruídas a congelar temporariamente a aprovação de todos os novos jogos online, em uma tentativa de conter o vício em jogos entre os jovens. 

A medida foi informada pelo South China Morning Post na quinta-feira (09), que afirmou que a estratégia de desacelerar os lançamentos surgiu após uma reunião entre as autoridades e as gigantes do setor, incluindo a Tencent Holdings Ltd e a NetEase Inc.

Na última semana, o governo Chinês havia anunciado um severo regulamento referente ao uso de videogames para menores de idade. O regulamento instituído proíbe menores de 18 anos de jogar videogames na íntegra entre segunda e quinta-feira, e nos restantes dias da semana e feriados, eles só poderão jogar entre as 20:00 e 21:00. 

A nova política adotada pelas autoridades fere diretamente a florescente indústria de games chinesa, tanto em seu setor de produção quanto na área competitiva, que vinham apresentando um grande crescimento nos últimos anos. 


Você pode curtir também ler estes textos aqui:

DIRETOR DO BANCO CENTRAL ELEVA O TOM E DIZ QUE O GOVERNO VAI SABER ‘TUDO QUE VOCÊ TEM EM BITCOIN’

B3 E QR ASSET LANÇAM CURSO GRATUITO SOBRE CRIPTO

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail