Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Bitcoin é como vinho: quanto mais velho, mais valioso; entenda

Duas empresas de análises em blockchain, anunciaram uma nova métrica para analisar a dinâmica de oferta e demanda do bitcoin.

A ARK Invest em parceria com a Glassnode, ambas empresas de análises em blockchain, anunciaram o desenvolvimento de uma nova métrica para analisar a dinâmica de oferta e demanda do bitcoin. O relatório divulgado nesta quinta-feira (24) revelou uma métrica chamada “Cointime Economics”, que avalia quanto tempo cada bitcoin permanece inativo na rede.

Desse modo, o documento é escrito por David Puell, Research Associate na ARK Invest, e co-autorado por James Check, Lead Analyst na Glassnode. Tem como objetivo fornecer uma visão mais precisa do peso econômico real de cada bitcoin na rede.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Dessa forma, levando em consideração a última vez que cada bitcoin foi transacionado. Portanto, o relatório sugere que a importância de um bitcoin varia com base na última vez que foi movimentado. Esse estilo de análise é exclusivo da indústria de criptomoedas, por conta da transparência de informações que a tecnologia blockchain oferece.

Por exemplo, um bitcoin que permaneceu imóvel por 10 anos tem um valor informativo mais significativo do que um Bitcoin que ficou parado por apenas uma semana. O relatório critica a forma de como essa análise é feita atualmente por analistas da indústria. Desse modo, eles afirmam ser possível gerar decisões imprecisas por parte dos analistas.

Quer receber os melhores relatórios de métricas, e análises, on-chain sobre Bitcoin do mercado? Confira o BlockTrends Research e fique por dentro. Clique aqui e saiba mais.

Especificamente, a oferta ajustada e a oferta flutuante livre foram apontadas como fontes potenciais de erros. A nova métrica utiliza uma unidade de medida chamada “Coinblock”. Ela considera o número de blocos produzidos durante o período em que um bitcoin permaneceu imóvel.

Esta abordagem garante oferecer uma versão mais precisa da relação mercado-valor-realizado (MVRV). Além de uma medição mais exata da taxa de inflação do bitcoin ao longo do tempo, bem como seu volume e base de custo ponderada pelo tempo.

Portanto, a métrica de Cointime combina o volume de moedas com o tempo que essas moedas permaneceram não gastas (ou não movimentadas).Contudo, para tal, foram reintroduzidos conceitos já existentes, segundo o documento.

Conceitos da métrica

Um deles é o de “Liveliness”, termo criado por Tamás Blummer em 2018. Trata-se de uma métrica que divide o número total de “coinblocks” destruídos pelo número total já criado. A métrica oscila entre 0 e 1. Um valor de 0 significa que a rede está totalmente inativa, pois nenhuma moeda se movimentou, enquanto um valor de 1 mostra que a rede está totalmente ativa, com todas as moedas em movimento.

O conceito de “Coinblock destruction” (destruição de coinblock) captura a atividade ou “vida” entre os bitcoins na rede Bitcoin. Em 7 de maio de 2023, a métrica “liveliness” registrou 0,6, indicando que 60% de todos os coinblocks criados se destruíram.

Nesse sentido, os analistas também mencionam o Vaultedness, métrica que divide o número total de coinblocks armazenados pelo número total criado. Assim como a liveliness, ela varia de 0 a 1. A métrica mede o quão “inativo” ou “guardado” é a rede.

Então, se o valor é 0, significa que todas as moedas se movimentaram e nenhuma está armazenada ou “vaulted”. Se o valor é 1, significa que todas as moedas estão armazenadas ou “vaulted” e nenhuma se movimentou.

Por exemplo, a partir de 7 de maio de 2023, a vaultedness é de 0,4, o que significa que 40% de todos os coinblocks criados permanecem armazenados. Vale ressaltar que a vaultedness sempre será o complemento da liveliness. Ou seja, vaultedness = 1 – liveliness.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas