Tecnologia

A SpaceX agora vale $127 bilhões, este é o motivo

Em busca de captar $1,7 bilhão em uma nova rodada de investimentos, a SpaceX alavancou seu valuation para $127 bilhões.

Ocupando as manchetes dos jornais brasileiros na última semana, a SpaceX se tornou pauta com a chegada de Elon Musk em São Paulo, que junto ao presidente Jair Bolsonaro, anunciou o projeto que visa fornecer internet para 19 mil escolasda amazônia.

A funcionalidade, que faz parte de um dos projetos mais ambiciosos de Musk, a Starlink, deve conduzir a SpaceX para um crescimento ascendente nos próximos anos.

Em busca de financiar a construção de toda infraestrutura por trás do projeto, a SpaceX agora mira uma rodada de investimentos que deve levantar $1,7 bilhões, sob uma avaliação de $127 bilhões.

Alavancando as expectativas sobre a empresa, a Starlink, é de longe, o projeto-chefe do que pode tornar a SpaceX uma das maiores empresas do mundo.

Construindo uma rede interconectada que visa fornecer internet de alta velocidade para qualquer localidade do mundo, a Starlink já possui mais de 2 mil satélites em órbita, com cerca de 100 mil usuários em 14 países até então.

Com um formato de receita recorrente altamente cobiçado no mercado global, a Starlink deve oferecer internet prevendo uma velocidade de download entre 400
e 500 mbps, um número superior em grande margem a maioria dos serviços atualmente disponíveis no mercado.

Em números superficiais, a Starlink deve se tornar um negócio altamente rentável para a SpaceX, uma vez que, assumindo 20% do market share da maior operadora de internet dos EUA, o projeto deve gerar uma receita mensal de mais de $4 bilhões, com um serviço que, em tese, deve se mostrar superior nos mais diferentes aspectos.

Em um mercado até então sem concorrentes relevantes, a Starlink deve se tornar líder no mercado de internet via satélite, usufruindo diretamente dos lançamentos de baixo custo realizados pelo Falcon 9, que até então foi o responsável por lançar os mais de 2 mil satélites Starlink.

Na prática, em jornadas de lançamentos de satélites Starlink um único Falcon 9 já foi lançado 7 vezes de forma consecutiva, passando apenas por períodos de reabastecimento e alocação de novas cargas.

Com a lógica de reutilização dos foguetes introduzidos pela empresa, o Falcon 9 se tornou, de longe, o foguete mais barato de ser lançado em órbita, com a SpaceX comercializando lançamentos por um custo base de $62 milhões.

Anos atrás, antes da introdução da dinâmica SpaceX, a NASA chegava a pagar mais de $115 milhões por lançamento em órbita, representando uma diminuição percentual de 90% exercida pelos serviços da SpaceX.

O baixo custo, agregado de uma alta taxa de assertividade, uma vez que desde 2010, a SpaceX carrega uma taxa de sucesso superior a 98% em seus lançamentos, tornou a empresa uma gigante inquestionável no meio da exploração espacial, fato que deve, se reforçar ainda mais com projetos como a Starship, que planeja levar o homem para marte.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.