Investimentos

Isso é o quanto de grana Elon Musk tem “debaixo do colchão”

Enfrentando problemas para encontrar liquidez em seu patrimônio, solicitações de crédito revelaram que Musk, em sua realidade, deve dinheiro.

Após realizar uma oferta de $43 bilhões em dinheiro para adquirir o Twitter, Elon Musk tem enfrentado problemas ao buscar liquidez em sua fortuna de mais de $250 bilhões.

Embora todo mundo tenha noção de que Elon Musk é um dos maiores bilionários do mundo, poucas pessoas entendem ao certo como a alocação de recursos de grandes bilionários funciona. 

No geral, a gigantesca parte de seus recursos estão alocadas principalmente em ações de sua montadora, a Tesla, e em participações privadas em outras empresas, como a SpaceX.

O fato cria um complicado obstáculo para Musk acessar seu patrimônio, uma vez que, ao vender suas ações da Tesla por exemplo, ele pode provocar uma queda geral nas cotações. Para resolver isso, Musk e a maioria dos bilionários realizam empréstimos com colaterais em ações, diminuindo as eventuais turbulências e se livrando de diversas obrigações tributárias.

Em 2020, o jornal Financial Post revelou que Musk realizou pedidos crescentes de crédito pessoal para bancos como Morgan Stanley, Goldman Sachs e Bank of America, devendo um total de $548 milhões em empréstimos para os bancos. Agora, tentando ”checar os seus bolsos” para realizar a aquisição do Twitter, Elon Musk teve três solicitações de crédito negadas,

Os empréstimos servem como uma forma de burlar impostos, uma vez que eles são tomados disponibilizando ações como colaterais, e posteriormente são pagos com dinheiro proveniente de outro empréstimo, que também é realizado via ações colaterais. Dessa forma, Musk nunca perde controle sobre suas ações e paga suas contas sem a necessidade de deter patrimônio líquido (mais facilmente tributado). 

Práticas como essas estão sendo questionadas por democratas como Elizabeth Warren, que encabeçou o plano de mudar a legislação tributária americana em busca de tributar ao menos 3% do patrimônio total de bilionários. 

Na prática, com o projeto de Warren, Musk seria forçado a vender suas participações ano a ano, provocando além de queda nas ações, o que diminuiria o valor da empresa, e em uma situação ainda mais esdrúxula, reduziria a arrecadação. Tudo, claro, sem usufruir da empresa que criou.

O caso é uma opção, não uma regra. Jeff Bezos, o agora medalhista de prata, tem por prática vender 1% de sua participação na Amazon todos os anos para custear sua outra empresa, a Blue Origin, além de investir em startups. Por conta disso Jeff deixa na mesa 45% em imposto.

Atualmente Musk detém 193,3 milhões de ações da Tesla ($189,6 bilhões), representando 20,7% do total das ações em circulação, e tem uma participação de 48% da SpaceX (que não é listada na bolsa americana). 

No ano passado, a SpaceX se tornou a 2° maior startup do mundo, sendo avaliada em $100 bilhões, dessa forma, podemos estimar que a participação significa um total de $48 bilhões para seu patrimônio.

Estas participações são peças chave para que Musk mantenha seu comando sob suas empresas, e atinja seus principais objetivos que segundo ele mesmo, são: Auxiliar na transição da matriz energética mundial e tornar a humanidade uma espécie multi-planetária. 

Na soma total, restam $26,4 bilhões que estão distribuídos em suas outras empresas como SolarCity, OpenAI, The Boring Company e em posses. A Bloomberg estimou que apenas $7 bilhões estejam vinculados a ativos reais, como imóveis, carros etc. 

Dessa forma, antes de realizar quaisquer movimentos para adquirir o Twitter, Musk deveria deter 2,65% de seu patrimônio em dinheiro líquido, o restante, 97,35%, está empregado em incontáveis participações acionárias.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Quanto ganham os executivos de empresas estatais 5 bancos que já revisaram o PIB brasileiro para cima em 2022 Como era o Brasil no ano da conquista do penta Como Elon Musk transformou $28 mil em $330 bilhões Binance fecha acordo com Cristiano Ronaldo para promover NFTs