Notícias

INSS vai pagar R$ 1,5 bilhão atrasados para 100 mil beneficiários

Justiça libera novo pagamento para beneficiários que ganharam processos movidos contra a instituição.

Mais de R$ 1,5 bilhão em benefícios atrasados serão pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A previsão é que os pagamentos aconteçam no início de agosto de 2022, e pode contemplar beneficiários de todo o Brasil.

O dinheiro refere-se a dívidas previdenciárias e assistenciais do instituto com quase 100 mil beneficiários. Ou seja, o repasse representa 77.360 processos previdenciários onde o INSS não pode mais recorrer.

De acordo com o anúncio da liberação do pagamento, os usuários podem receber o benefício através da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil. Dessa forma, a expectativa é que o depósito seja feito até o 5º dia útil de agosto de 2022.

INSS libera R$ 1,5 bilhão


O novo lote de pagamentos atrasados do INSS de R$ 1,5 bilhão é destinado para processos previdenciários julgados em junho de 2021. Sendo assim, o repasse será feito para aposentados e pensionistas em ordens de pagamento que não ultrapassam R$ 72.720.

A dívida do INSS será paga com valor corrigido através de um depósito liberado pelo Tribunal Federal Regional (TRF) de cada região. O pagamento está relacionado a benefícios em atraso, como:

  • Revisões de aposentadorias
  • Auxílios-doença
  • Pensões

Os beneficiários podem consultar o valor a receber do INSS no site dos tribunais de cada região. O maior lote de pagamentos liberados foi destinado para estados que fazem parte do TRF da 1ª Região (TRF-1).

No total, 33.812 beneficiários que fazem parte da área de jurisdição do TRF-1 receberão quase R$ 600 milhões do pagamento liberado do INSS. Enquanto isso, o TRF-2 repassará R$ 136,6 milhões.

Portanto, o TRF-2 será responsável pelo pagamento de 8,721 beneficiários do INSS, que correspondem a 6,6 mil processos julgados contra o instituto. Já o TRF-3, quitará mais de 9 mil processos com um repasse de cerca de R$ 245 milhões.

O TRF-4, que abrange estados do sul do Brasil, pretende quitar quase 20 mil processos movidos contra o INSS através do pagamento de R$ 342,8 milhões. Por fim, o TRF da 5ª Região atenderá 13.407 com um repasse de aproximadamente R$ 213 milhões para os beneficiários.

Para consultar o benefício no site dos tribunais, o usuário deve ter em mãos o número do processo movido contra o INSS. Através deste número é possível verificar se o valor foi liberado. Por outro lado, a consulta também pode ser realizada pelo CPF do ganhador da ação.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Faraó do Bitcoin declara R$60 milhões em campanha política Brasil volta a crescer e PIB sobe 0,69% em junho Quanto os bilionários brasileiros já perderam em 2022 Como o Flamengo saiu da falência para o maior orçamento do Brasil Inflação mensal na Argentina supera a anual no Brasil em Julho