Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

São Paulo empreende e lança Fintech estatal com cartão de crédito (e R$200 de anuidade)

Substituindo o atual cartão de transporte da região metropolitana, o “Top” deve permitir aos usuários utilizaram o mesmo cartão com as funções de débito e crédito.

Poucos dias após o Nubank surpreender o mercado com seus dados números no prospecto do IPO, como a captação de 2,1 milhões de clientes mensalmente, o governo de São Paulo inovou lançando sua própria Fintech estatal, a “Top”.

Em uma parceria com a Mastercard, a Top é a fintech estatal que deve substituir o “BOM” (bilhete de ônibus metropolitano), nas integrações de metrô, trem e ônibus na região metropolitana de São Paulo.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Ao contrário do antigo cartão, cujos créditos serão válidos até 31 de março de 2022, o novo cartão contará com algumas opcionalidades, como a função de Débito, Crédito e Conta de Digital.

São ao menos 7,8 milhões de usuários diários do sistema, que poderão manter o desconto de integração nas tarifas de metrô e ônibus, além de se tornarem potenciais clientes das novas funções do cartão.

O novo cartão terá emissão gratuita, mas ativar as opções de crédito significa assumir uma mensalidade de R$16,90, isto porque, ao contrário das dezenas de Fintechs como Inter, Nubank e outros, o cartão lançado pelo governo terá custos cobrados diretamente do consumir, em torno de R$200 anuais.

A plataforma, administrada pela empresa Transppass, pode ser baixada em IOs e Android.

Para os interessados, é possível evitar a taxa de emissão do cartão indo até uma loja Pernambucanas. Se preferir receber em casa, o cliente, ou usuário, será cobrado em uma taxa.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Zicou? Faria Lima terá estátua em homenagem a Satoshi Nakamoto Pós-Halving, comprar um pão em Bitcoin custa R$660? Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12)