Artigo

O que é um NFT e por que alguém está pagando US $1 milhão por um JPG de uma pedra


Por Hugo Montan
Agosto 24, 2021

[post-views]

Nesta semana uma pessoa pagou US $1,3 milhão em uma foto de uma pedra, e este é o por que disso não ser uma completa idiotice:

O ano de 2021 vem sendo marcado não apenas como o fim de uma das maiores pandemias já presenciadas pela humanidade, mas também como o ano em que uma nova classe de ativos financeiros foi amplamente descoberta pelo mais diverso público. 

Esse movimento é acompanhado de incertezas e ceticismo por parte da maioria das pessoas, afinal, há 20 anos atrás alguém em sã consciência colocaria milhões de dólares em um ativo imaterial? 

Embora o Bitcoin e o ecossistema das criptomoedas já tenha se tornado realidade para a vida financeira de milhões de pessoas, ainda existem céticos e desconhecidos do assunto. 

E isso é natural, ainda mais com ativos que são munidos pelo desenvolvimento meteórico dos dispositivos digitais. 

O fato é que o mundo mudou muito, em um intervalo muito pequeno de tempo, e os que se adaptarem melhor à nova dinâmica colherão frutos.

O Bitcoin e os ativos digitais não surgiram em 2021, muito pelo contrário, são idealizados desde os anos 80, mas apenas neste ano que essa categoria foi extensamente absorvida pelo mercado financeiro tradicional. Há poucos meses presenciamos os lançamentos dos primeiros ETFs de Bitcoin e Ethereum pelas bolsas ao redor do mundo, popularizando e tornando esse tipo de investimento viável a um público mais diversificado. 

Junto com Bitcoin e Ethereum, uma leva de outros ativos digitais foram popularizados, e esse é exatamente o caso dos NFTs, que tem dado o que falar nos últimos dias.  

O que são NFTs? 

A sigla NFT é referente ao termo “Non-Fungible Token”, que significa “Token não fungível”, ou seja, são tokens impossíveis de serem copiados. Tokens são como criptomoedas que são abrigadas em blockchains externas, como a do Ethereum, portanto, um NFT é basicamente um item digital facilmente negociável que representa determinada imagem, uma espécie de selo de autenticidade digital. 

A maioria dos NFTs são abrigados na blockchain do Ethereum, sendo comercializados via plataformas DeFi. O setor apresentou um gigantesco crescimento nos últimos meses, com o mercado de NFT OpenSea ultrapassando US $1 bilhão em volume de negociação mensal. 

Eles têm sido amplamente utilizados como uma forma de se comercializar arte digital, dos mais diversos estilos imagináveis. 

A NFT de Pedra vendida por US $1,3 milhão

A versatilidade e facilidade de se fazer um NFT proporcionou a entrada dos mais diversos itens digitais no mercado, e esse é o caso da EtherRock. A EtherRock é uma marca de tokens colecionáveis lançada em meados de 2017, os NFTs lançados pela marca são considerados como um dos mais antigos do mercado. 

Ao todo existem 100 EtherRock’s, que possuem variações minúsculas como suas tonalidades de coloração. Sendo basicamente um JPEG de uma rocha desenhada, sem nenhuma utilidade específica. 

Devido a escassez e a imensa popularização, eles estão sendo vendidos a preços altíssimos nos últimos dias. Na segunda-feira, uma das 100 pedras digitais foi vendida por 400 Ether, cerca de US $1,3 milhão

Figuras famosas como Justin Sun, CEO da TRON, adquiriram EtherRock’s por mais de US $500 mil dólares. 

Esse tipo de investimento vem se solidificando entre os investidores, sendo inclusive alvo da criação de fundos de investimentos à medida que novos clientes desejam exposição. 

Embora pareça uma grande idiotice, existem investimentos análogos no mundo real, diferindo apenas no fato de serem itens materiais. Por exemplo, colecionadores de cartas do anime Pokémon chegam a desembolsar milhares de dólares por cartas com um nível de raridade alto. 

As NFTs inclusive podem ser consideradas superiores às cartas quando falamos em comercialização, uma vez que, por serem digitais, se torna muito mais simples e viável comprar e vender. 

Naturalmente o ser humano agrega valor a itens que racionalmente não “valeriam” nada, dessa forma a única justificativa da incerteza e desconfiança sob as NFTs é que elas transpõem o meio material serem digitais, o que pode ser interpretado tanto como uma qualidade quanto uma deficiência. 


VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR ESTES TEXTOS AQUI:

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail