Artigo

Mercado de cripto iguala patrimônio total dos brasileiros


Por Hugo Montan
outubro 18, 2021

[post-views]

A capitalização total do mercado de criptografia atingiu seu All Time High de US $2,6 trilhões neste final de semana, valor corresponde a quase 3 vezes o total de ativos negociados na B3. 

A capitalização do mercado das criptomoedas atingiu seu topo histórico de US $2,63 trilhões nessa semana, fortemente influenciada pela alta do Bitcoin, que ultrapassou a barreira dos US $60.000 e se aproximou de seu seu ATH (All Time High) de US $63.000. 

O último topo havia sido registrado no dia 11 maio deste ano, também na marca de US $2,6 trilhões. De lá pra cá houveram notáveis mudanças na matriz geradora do mercado de criptomoedas, destacando a participação dos dois maiores players, Bitcoin e Ethereum. 

A dominância do Bitcoin como principal criptomoeda diminuiu notavelmente, caindo de 65,9% em maio para 44,9%. Enquanto isso, a rede Ethereum se expandiu, mais do que dobrando a participação no mercado, indo de 7,5% para 17,5%. Com isso, a participação do Bitcoin e Ethereum representam 61,5% do mercado. 

O restante da capitalização de mercado total é distribuída pelas 9.819 moedas restantes que o CoinGecko rastreia. Existem mais 19 moedas com valor de mercado acima de US $10 bilhões, incluindo Binance Coin (BNB), Cardano e XRP, que compõem uma parcela significativa do mercado restante.

A rápida expansão do mercado das criptomoedas representa a explosão do poder disruptivo do nascimento dessa nova categoria de ativos, para efeito de comparação, a capitalização de mercado média das ações negociadas na bolsa atingiu R$5 trilhões neste mês, o que corresponde a quase ⅓ do mercado cripto. 

O valor de mercado do Ethereum por si só (US $403B), com apenas 6 anos desde seu lançamento, corresponde a mais do que o valor das 10 maiores empresas brasileiras (US $384B), Além disso, no último relatório disponibilizado pela Credit Suisse em 2019, a riqueza total dos brasileiros foi estimada em US $2,8 trilhões, e desde então, devido a massiva desvalorização cambial, esse valor caiu notavelmente e provavelmente tem/foi superado pela capitalização das criptomoedas. 

Já do ponto de vista institucional, a empresa com a maior capitalização de mercado do mundo, a Apple (US $2.42 trilhões), que tem 45 anos de idade, ainda possui um valor inferior aos US $2,6 trilhões registrados pelas criptomoedas. Vale ressaltar que a grande parte do mercado alheia ao Bitcoin, que no total representa 58% da capitalização, possui menos de 5 anos de existência. 


Você pode curtir também ler estes textos aqui:

COMO UM JOVEM DE 29 ANOS FEZ UMA EXCHANGE DE R$90 BILHÕES

CONHEÇA O BANQUEIRO QUE CRIOU UMA GESTORA DE $7 TRILHÕES COMBATENDO O LUCRO

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail