Investimentos

Completando 10 anos, Coinbase corta 30% dos funcionários com queda de 82%

Em seu aniversário de 10 anos, a Coinbase enfrenta uma realidade distinta do crescimento ascendente vivenciado nos últimos anos.

Em maio do ano passado, a Coinbase, uma das maiores exchanges dos Estados Unidos, lançava o maior IPO já registrado de uma empresa do setor de criptomoedas, sob uma avaliação de $100 bilhões.

O IPO, que foi um dos maiores de 2021, foi alavancado pelo Bitcoin, que registrava um de seus topos naquela semana, superando a marca de $63 mil dólares.

Com a euforia por trás da massiva institucionalização do Bitcoin naquele período, movimentada por aquisições bilionárias realizadas por empresas como a Tesla e MicroStrategy, a Coinbase surfou, mesmo que por pouco tempo, em uma avaliação notavelmente inflada.

Poucos dias depois, o mercado foi tomado pela repressão chinesa à mineração, levando a um blackout na rede que derrubou o preço e iniciou a tendência de baixa que levaria o Bitcoin a casa dos $30 mil posteriormente.

Durante esse período, a Coinbase passou a enfrentar um problema que até então não havia conhecido em sua jornada no mercado, a concorrência.

Exchanges como a FTX, Binance e Gemini intensificaram suas atuações no mercado, disputando cada vez mais a clientela que até então era dominada pela empresa.

Com isso, em poucos meses, as ações da Coinbase que foram cotadas em $350 no IPO vira uma queda para menos de $230.

Mesmo assim, durante a segunda ‘’pernada’’ do mercado cripto realizada em novembro, quando o Bitcoin superou os $67 mil, as ações retornaram para o patamar do IPO.

Mas agora, com a chegada do aperto monetário, a Coinbase sofre em via dupla, primeiramente por ser uma empresa Tech, e segundamente por sua clara correlação com o Bitcoin.

Agora, com a chegada do aperto monetário americano, a Coinbase registra uma derrocada histórica, com seus papéis vivendo uma queda de mais de 80% desde dezembro de 2021.

A chegada de concorrentes no setor junto com um lançamento de uma oferta pública com timing questionável trouxeram um cenário completamente distinto da natureza dos últimos anos da Coinbase.

Completando 10 anos de sua fundação, a empresa enfrenta cortes massivos em sua estrutura, incluindo um recente layoff de 30% de seus funcionários, enquanto sua principal concorrente, a Binance, vai na contramão, contratando novos funcionários. 

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.