Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Autor de “The Big Short” lança novo livro sobre FTX e Sam Bankman-Fried

Antes celebrado em revistas de renome como a Forbes, a trajetória de Sam Bankman-Fried sofreu uma transformação drástica.

Michael Lewis, o renomado jornalista e autor dos livros que inspiraram os filmes “A Grande Aposta” e “Moneyball”, lançou seu mais novo livro. Contudo, dessa vez a história contada por Lewis é de Sam Bankman-Fried. O jornalista conta a história do ex-CEO da FTX desde sua ascensão até sua queda.

Portanto, Bankman-Fried era um bilionário atípico que dirigia um Corolla e prometia doar toda sua riqueza. Ele fundou a FTX, uma corretora de criptomoedas que atraiu investimentos de grandes fundos como o Sequoia. Apesar disso, foram descobertas fraudes, e a corretora colapsou, levando uma indústria gigante para seus menores níveis em tempos.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

O livro “Going Infinite – The Rise and Fall of a New Tycoon” (261 págs, W.W. Norton), ainda sem tradução para o português, conta a história do bilionário, desde a acumulação de uma fortuna de US$ 32 bilhões até a falência.

Lewis, que teve acesso quase irrestrito ao quartel-general da FTX nas Bahamas no início de 2022, testemunhou o caos gerencial e o colapso rápido da empresa diante de uma onda de saques em outubro do mesmo ano.

Trajetória de Sam Bankman-Fried e da FTX

Antes celebrado em revistas de renome como a Forbes, a trajetória de Sam Bankman-Fried sofreu uma transformação drástica. Após revelações e eventos específicos, ele agora é visto como um charlatão que desviou US$ 8 bilhões dos clientes.

Apesar da dramática inversão de fortuna, Lewis manteve um tom simpático ao retratar Sam em seu livro, que teve os direitos autorais adquiridos pela Apple por US$ 5 milhões enquanto ainda estava sendo escrito.

O autor descreve a infância e adolescência de Sam como desinteressantes, tendo que buscar anedotas para enriquecer a narrativa. Lewis destaca as qualidades de Sam, minimizando os aspectos negativos.

No entanto, apesar da imagem de pureza, Sam desfrutava de jatos privados e relações com figuras políticas e celebridades, como Gisele e Tom Brady. Lewis comete alguns erros técnicos, como classificar a criptomoeda Solana como rival do Bitcoin, quando na verdade ela compete com o Ethereum.

O livro pretendia narrar uma história romântica da ascensão de uma empresa por jovens inexperientes, contudo, a realidade revelou que a Justiça americana considerou os atos de Sam como criminosos.

O lançamento do livro coincidiu com o início do julgamento de Sam, onde testemunhas relataram o uso indevido dos fundos dos clientes. Lewis, conhecido por retratar heróis improváveis no mundo dos negócios, manteve a imagem de Sam como um crianção imaturo, sem muita responsabilidade sobre seus atos, mas a realidade revelou um personagem comparável a Bernard Madoff.

FTX

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares