Economia

Aumento de juros vai custar $150 bilhões anualmente para os EUA

No maior aumento de juros dos últimos 22 anos, o Federal Reserve elevou em 50bps a taxa básica de juros americana.

Dando continuidade ao aperto monetário americano, o Federal Reserve, comandado por Jerome Powell, anunciou nesta quarta o aumento de 50bps (0,5%) na taxa de juros americana.

Esse foi, até então, o passo mais agressivo do BC americano em busca de amenizar os efeitos da inflação, que já chega a 8,6% na medida anual do Consumer Price Index (CPI).

Junto com o aumento, o FED delineou o programa de enxugamento de ativos públicos, que eventualmente irá reduzir em $95 bilhões por mês as participações do banco em títulos americanos.


A medida tem efeitos diretos sobre a dívida pública americana, que, pela primeira vez em sua história, superou a marca de $30 trilhões em fevereiro.

Em números, o aumento deve custar um total de $150 bilhões anuais para o governo americano, ante ao custo anterior de $75 bilhões,  ampliando o horizonte de manejo fiscal discutido nos EUA. 

Entenda o que é o tapering do FED e o que muda na política de estímulos

Nesta super-quarta monetária com o super anúncio que informou que tudo vai super continuar do mesmo jeito, um termo em especial se destacou nas manchetes e falas dos economistas, o chamado “Tapering”.

Com isso em vista, preparamos para você, que não entende de economês (ou quer saber mais sobre) um breve resumo sobre política monetária explicando a origem desse termo e sua importância para a economia mundial.

Para entender o que é o Tapering temos que voltar um pouco no tempo e contextualizar o período econômico no qual vivemos.

Com a pandemia de COVID-19 e a inevitável recessão econômica, os bancos centrais ligaram suas impressoras a níveis nunca antes vistos pelo mercado, tudo isso em uma tentativa de amortecer os efeitos da crise.

Basicamente, o banco central americano, mais conhecido como FED (Federal Reserve), utilizou de todo seu poder para imprimir dinheiro e comprar ativos em busca de abastecer o mercado financeiro em meio a crise pandêmica.

Para ler a matéria completa clique aqui.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Problemas de liquidez afetam 4 plataformas cripto Torcidas brasileiras de futebol irritam jornais argentinos com piada Quanto ganham os executivos de empresas estatais 5 bancos que já revisaram o PIB brasileiro para cima em 2022 Como era o Brasil no ano da conquista do penta