Tecnologia

Apple deve lançar óculos de realidade virtual ainda este ano. O preço? $3000

Informações levantadas pela Bloomberg mostram uma visão bastante distinta da empresa de Tim Cook diante daquela propagada pelo “Meta” de Mark Zuckerberg.

A gigante de Cupertino, que recentemente atingiu a marca de $3 trilhões, animou os investidores com a ideia de lançar seu próprio aparelho de Realidade Virtual e Realidade Aumentada.

Segundo apuração da Bloomberg, o novo aparelho deve custar $3 mil (sem valores para o Brasil ainda), e focar em comunicação, vídeo e gameplay.

Ainda no relatório publicado pelo analista Mark Gurman, especula-se que a ideia da Apple para o Metaverso seja bastante distinta daquela pretendida por Mark Zuckerberg.

Para a Apple, o Metaverso deve ser apenas uma extensão daquilo que seus usuários fazem “normalmente”, mas com maior imersão. Assistir filmes, jogar videogame ou fazer reuniões e bate-papo, algo distante do sonho de Mark de criar o Oasis de Ready Player One, o filme de Spielberg sobre um mundo virtual que aliena pessoas da realidade. 

Ainda segundo Gurman, a Apple estaria mais interessada em “Realidade Aumentada”, a capacidade de projetar objetos virtuais no mundo físico, uma tecnologia similar a do jogo Pokemon Go.

A disputa entre AR e VR é o campo de batalha entre as Big Techs no Metaverso, mas para a Apple deve ser uma expansão da sua estratégia de se tornar uma gigante também em serviços.

Apesar de a maior parte de sua receita vir da venda de iphones, macbooks e outros aparelhos, a empresa tem dado atenção especial a sua parte de serviços, como a App Store.

O plano, expandindo com a chegada de Tim Cook como CEO, já apresenta alguns resultados impressionantes, como o fato de a Apple ter se tornado uma das maiores empresas de games do mundo.

De acordo com o Wall Street Journal, a Apple abocanhou em 2019 cerca de $8,5 bilhões em lucros vindo da venda de Games via AppStore, um valor maior do que os ganhos da Microsoft e Sony somados (empresas que de fato produzem games).

A expansão para o Metaverso é uma das mais aguardadas por parte dos investidores que esperam um aumento na linha de produtos da empresa. Outras áreas, como o carro autônomo da Apple, também é aguardada.

Na prática, a ideia é que a empresa expanda sua área de atuação, preservando algumas características centrais, como um preço acima do mercado e um público de maior renda.

A despeito de limitar em volume de vendas, a estratégia mais do que compensa, tendo em vista que a empresa consegue uma margem de lucro bastante mais elevada do que concorrentes diretas como Samsung.

O resultado é que mesmo detendo apenas 32% das receitas em vendas de smartphones, por exemplo, a Apple captura ao menos 66% do lucro com vendas do produto em todo o mundo.

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
7 famosos que investem em NFTs Entenda a questão envolvendo Rússia e Ucrânia 5 vezes que disseram que o Bitcoin morreu Conheça as 6 moedas que permanecem no Top 20 das maiores criptos desde 2017 Em um mês Nubank perde um terço do valor de mercado