Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Alguém minerou 1 bloco de Bitcoin (R$750 mil) sozinho em casa

Um evento extremamente improvável, projetado para ocorrer 1 vez a cada 500 anos, ocorreu nesta última sexta-feira.

Uma oportunidade de uma vida, é a descrição mais comum sobre o minerador solitário que minerou o bloco 772.793, levando para casa 6,25 Bitcoins, ou R$750 mil.

O detalhe inusitado está no fato de o minerador ter um poder computacional de 10,6 Terahate/s, o equivalente a 0,000000042% de toda hashrate do Bitcoin, que na última sexta atingiu 246.896.550.057 Terahate/s.

Apesar de todas as estatísticas contrárias, o minerador conseguiu ser o primeiro a apresentar uma solução para o problema do bloco, conhecida como “Hash”. Como resultado, levou para casa 6,33 Bitcoins, ficando com 98% para si e 2% para o pool onde está inserido.

A mineração de novos bitcoins envolve a solução de problemas matemáticos que demandam poder computacional. Na prática, o Bitcoin remunera aqueles que alugam seu poder computacional para realizar o funcionamento da blockchain, o que torna ambos os conceitos interligados, se não únicos.

Comentários no Fórum Bitcointalk sugerem que os 10,6 Terahate são menores do que um Asic, um equipamento projetado para minerar criptoativos. A conclusão é de que o minerador pode estar usando 4 USBs/Mini Computadores para minerar. Cada equipamento do tipo custa cerca de US$200 (R$1070). 

Apesar das probabilidades minúsculas, no último, cerca de 3 mineradores solitários conseguiram resolver os blocos (emitidos a cada 10 minutos). Em um caso extremo, um minerador usou apenas 8,6 TH/s. A probabilidade é de que eventos do tipo devem ocorrer 1 vez a cada 500 anos. 

Apesar de casos deste tipo, os pools que reúnem milhares de equipamentos de mineração, continuam a ser os principais vencedores, com o maior deles sendo a Foundry, sediada nos Estados Unidos e ligada ao DCG, o Digital Currency Group.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil