Blockchain

Rede do Bitcoin registra maior prejuízo de sua história

Fortemente impactada pela expectativa sobre o aumento dos juros do FED, o Bitcoin sofre com uma queda de -20,1% nesta semana de hike.

Em uma semana que até então vem sendo tenebrosa para todos os mercados de valores mobiliários, os ativos de risco ganharam os holofotes com quedas acima dos dois dígitos. Ainda antes do início da semana, o mercado cripto capitaneado pela Bitcoin dava indícios que o mercado tradicional iria enfrentar dias sangrentos de prejuízo a partir de segunda-feira.

No domingo o Bitcoin mergulhou de $27 mil para $25 mil, prejuízo que continuaria na segunda, com o ativo registrando um fundo de $21,1 mil, uma queda de mais de 70% ante ao ATH registrado em novembro.

A sangria se estendeu para a bolsa americana, com o S&P500 caindo 4,2% no acumulado semanal.

Toda esta tendência de queda tem nome, Federal Reserve.

Marcada para amanhã, a decisão da manutenção dos juros americanos deixa todo o mercado apreensivo diante da inflação que se mostrou novamente acima do esperado na última semana.

A partir da alta inflacionária, o mercado passou a precificar a antes esperada alta de 50bps para 75bps, sinal negativo para ativos de risco.

No olho do furacão, o Bitcoin embarca em mais um Bear Market com a consolidação do aperto monetário americano.

Segundo Cauê Oliveira, analista on-chain do BlockTrends, o dia de ontem foi marcado pela maior realização de prejuízo da história do Bitcoin, com $4 bilhões sendo vendidos abaixo do preço de aquisição.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.