Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Para onde vai o preço do Bitcoin em julho? Analistas comentam

Conforme avalia Cauê Oliveira, analista do BlockTrends, a redução da recompensa significa que os mineradores precisam ser mais eficientes para manter sua lucratividade.

Uma parcela dos analistas de mercado esperam que o preço do Bitcoin (BTC) se recupere em julho. A análise é otimista, principalmente após uma queda de cerca de 7% em junho. No mês passado, o BTC enfrentou uma forte pressão de venda por parte de mineradores de Bitcoin que capitularam, vendendo cerca de US$ 2 bilhões em suas reservas devido à queda na receita.

As atividades de venda consistentes de governos, incluindo os dos Estados Unidos e da Alemanha, criaram uma pressão adicional. Conforme avalia Cauê Oliveira, analista do BlockTrends, a redução da recompensa significa que os mineradores precisam ser mais eficientes para manter sua lucratividade.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Mineradores menos eficientes podem ser forçados a desligar suas máquinas, como mencionado no vídeo, onde houve uma queda significativa no hash rate (taxa de processamento) da rede após o halving.

O analista também avalia que a venda de suas reservas de Bitcoin devido à queda na rentabilidade, tem sido um fator de pressão de venda no mercado.

Apesar disso, a redução na emissão de novos Bitcoins pode, teoricamente, levar a um aumento no preço. Isso porque a redução da oferta e a demanda constante ou crescente podem elevar o valor do ativo. Cauê Oliveira também avalia que, durante os períodos pós-halving, o mercado pode experimentar alta volatilidade.

Análise técnica

Já em análise técnica, Tasso Lago, CEO da Financial Move, avalia que o Bitcoin segue fraco na região de preço dos US$ 60 mil. “Perdemos a formação ‘Adão e Eva’ do H4 e agora caminhamos para testar o fundo duplo na região dos US$ 58 mil”, diz.

Conforme analisou, caso o fundo duplo falhe e o Bitcoin caia abaixo dos US$ 57 mil na visão do diário (ou seja, candle do gráfico diário fechando abaixo dos US$ 57 mil), pode ser possível uma queda maior em direção aos US$ 44 mil – US$ 45 mil.

“No geral, é esperar e aguardar condições de mercado melhores. Bitcoin irá ficar mais forte quando romper a região acima dos US$ 67 mil”, diz. “No momento, estamos em uma acumulação iniciada desde do dia 27 de fevereiro. O ciclo segue saudável, dentro de uma tendência de alta”, avalia.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica