Blockchain

Metaverso que você nem ouviu falar arrecada $285 milhões em 24h

Produto mais bem sucedido da empresa criadora das NFTs mais conhecidas do mundo, os Bored Ape, gerou congestionamento na rede Ethereum.

O Yuga Labs, responsável pelas NFTs mais conhecidas do mundo, o Bored Ape, lançou neste sábado o seu metaverso, com um total de 100.000 NFTs. O “Otherside” deve se tornar uma comunidade virtual para membros do “Yacht Club” dos Bored Ape.

Destas, cerca de 55 mil foram disponibilizadas ao público, por um valor médio de $7 mil.

O projeto, que custou cerca de $5700, é o maior já lançado pela empresa responsável por criar a coleção do Bored Ape.

O resultado da venda também foi perceptível na rede Ethereum, onde os NFTs foram criados. 

No sábado, a rede viu as taxas de transações baterem $176 milhões.  

Na prática, os mega lançamentos, onde a velocidade em comprar importa, estão ajudando a encher os bolsos dos detentores de Ethereum (QETH11).

A rede, criada por Vitalik Buterin, é a que mais se destaca no universo dos tokens não fungíveis.

A empresa emitiu um comunicado, alegando que essa foi a maior criação de NFTs da história, e que o valor transacionado surpreendeu, motivo pelos quais as taxas ficaram muito acima do esperado.

A criação de um universo virtual, o Metaverso, tem sido a aposta de inúmeras empresas do setor cripto,  e mesmo Big-techs tradicionais, como no Facebook, que alterou seu nome para Meta.

O resultado bem sucedido da Yuga também reflete na gestora de venture capital Andreessen Horowitz, que investiu $450 milhões na empresa.

Apesar do resultado, o valor dos tokens Ape, as ApeCoins, detidas por nomes como Neymar, têm apresentado queda significativa, representando o desafio de se criar um clube de fato, que gere valor.

O metaverso por sua vez tem sido uma tentativa de criar ambientes virtuais interativos e 3D. No caso do BAYC, o Bored Ape Yacht Club, a busca está na criação de um clube, com espaços privados acessíveis apenas aos participantes.

A prática pode ser comparada, por exemplo,  aos tradicionais clubes de Golf. Em 1980 os clubes do tipo se tornaram uma febre no Japão,  uma economia em ascensão. Títulos de clubes de Golf, limitados pela própria natureza dos clubes físicos, passaram a ser negociados em bolsa, com o índice que reunia a cotação dos memberships chegando a atingir cerca de $300 bilhões antes do estouro da bolha japonesa.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.