Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Essa pessoa ganhou US$ 75 milhões com NFTs e sumiu

Tudo começou quando ele descobriu os NFTs em 2017, e mintou dez CryptoPunks.

O mercado cripto e de NFTs ainda é recente, mas tem bastante história para contar. Recentemente, o usuário do X, antigo Twitter, PixSorcerer está fazendo o trabalho de documentar algumas figuras e histórias importantes.

Seja de pessoas que aplicaram golpes, que prevaleceram ou que perderam tudo, as histórias da indústria sempre são tão voláteis quanto o preço dos ativos. Isso é, por ser uma indústria que começou do varejo com grande assimetria e cheio de “degenerados” o começo é turbulento.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Uma das mais recentes foi a história de Kevin Rose que faturou US$ 75 milhões com sua coleção de NFTs, e desapareceu depois da conquista. Kevin descobriu os NFTs em 2017, e mintou dez CryptoPunks. Atualmente, apesar do desaquecimento dos NFTs, a última negociação de um CryptoPunk foi de US$ 97 mil.

No mês passado, segundo o próprio site da coleção, as vendas dos CryptoPunks somaram US$ 14 milhões. Contudo, as vendas acontecem majoritariamente em um mercado de luxo entre ambos os interessados na transação.

A ascensão de Kevin Rose com NFTs

No caso de Rose, ele cunhou ou mintou dez por dezenas de dólares no máximo e esqueceu deles. Até 2020, quando o mercado todo decolou. Na época, Kevin era um empreendedor controverso, mas ainda bem-sucedido.

Desse modo, o empreendedor percebeu o rápido crescimento dos NFTs e rapidamente mergulhou no mercado. Lançou um podcast chamado PROOF. O podcast cresceu a uma velocidade astronômica. Foi de 1 mil para 150 mil ouvintes em apenas alguns meses. Após o sucesso do podcast, Rose agora estava pronto para o próximo passo.

Em dezembro de 2021, ele lançou um NFT para membros de um clube. Todos os 1000 se esgotaram em um piscar de olhos. O faturamento das vendas foi de 1.000 ETH, atualmente cerca de US$ 3,4 milhões. Não obstante, o preço mínimo do passe foi de 1 para mais de 100 ETH em apenas 5 meses. Após o lançamento de US$ 70 milhões, os detentores esperavam muito.

Então, a equipe introduziu staking: quanto mais tempo de stake, melhores recompensas. Mas tudo que os detentores receberam foi uma pochete com meias e broches. Pouco depois, um golpe fatal atingiu os detentores do passe. Em agosto de 2022, Kevin tuitou que os Moonbirds agora eram CC0.

A queda de Kevin Rose

Isso é, agora os detentores perderam os direitos exclusivos de propriedade intelectual. Além disso, os NFTs não davam direito a comparecer na conferência PROOF, algo que chateou mais ainda a comunidade.

O preço mínimo começou a despencar. Os detentores começaram a duvidar se Kevin sabia o que estava fazendo. À essa altura, Rose organizou uma sessão de perguntas e respostas.

A justificativa falha pegou todos de surpresa. Rose comparou sua coleção com a dos Bored Apes. “Se vocês tivessem comprado Bored Apes perderiam mais dinheiro em dólar do que se tivessem comprado a minha”.

Depois desta tragédia, e tentar apagar fogo com gasolina, Kevin decidiu que era hora de se afastar. Assim, ele se distanciou ainda mais da comunidade.

Em fevereiro, a Yuga Labs comprou a PROOF. Apesar de Kevin ser listado como conselheiro, recentemente ele deletou seu Twitter. Ele também vendeu mais de US$ 1 milhão em seus NFTs, queimou seu ENS, domínio onchain e desapareceu do mercado cripto e de NFTs.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica