Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Hong kong planeja ETFs cripto à vista para investidores varejo

A opinião dos reguladores sobre a exposição do varejo a ativos digitais mudou ao longo do ano.

A Comissão de Valores Mobiliários e Futuros (SFC) de Hong Kong está avançando em medidas mais maleáveis para criptomoedas. Nesse sentido, o órgão visa permitir que investidores de varejo comprem fundos de índice negociados em bolsa (ETFs) de criptomoedas à vista.

Julia Leung, CEO da SFC, expressou ao Bloomberg que estão abertos a propostas que utilizem tecnologia inovadora para aumentar a eficiência e a experiência do cliente. Contudo, desde que os novos riscos sejam abordados. “Nossa abordagem é consistente, independentemente do ativo”, disse ela.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Nos Estados Unidos, a discussão sobre um ETF à vista é um entrave na indústria de criptomoedas. Nesse sentido, a SEC ainda reluta em aprovar um produto de investimento do gênero. Mas muitos analistas e especialistas argumentam que agora é apenas questão de tempo.

Contudo, os reguladores de Hong Kong continuam adotando uma abordagem progressista em relação às criptomoedas. A opinião dos reguladores sobre a exposição do varejo a ativos digitais mudou ao longo do ano.

ETFs de criptomoedas em Hong Kong

Em janeiro, a SFC endureceu as regulamentações. Desse modo, restringindo o acesso dos investidores de varejo aos ETFs de criptomoedas à vista. Além disso, limitando-os a investidores profissionais com portfólios de pelo menos 8 milhões de HKD (US$ 1 milhão).

No entanto, em outubro, a SFC atualizou seu livro de regras para permitir que uma maior quantidade de investidores participasse de investimentos em criptomoedas à vista e em ETFs, estipulando que eles passassem por um teste de conhecimento e atendessem aos requisitos de patrimônio líquido. Embora inferiores ao limiar de investidor profissional.

“A política foi atualizada tendo em vista os últimos desenvolvimentos do mercado e as consultas da indústria que buscam expandir ainda mais o acesso do varejo por meio de intermediários e permitir que os investidores depositem e retirem ativos virtuais de/para intermediários com salvaguardas apropriadas”, disse a SFC em um comunicado.

Os emissores de produtos cripto listados precisarão publicar declarações de divulgação de riscos. “À medida que o ecossistema cripto evolui passo a passo até o ponto em que nos sentimos confortáveis, então estamos felizes em abrir mais acesso ao público investidor mais amplo”, disse Leung, conforme citado pelo Bloomberg.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Zicou? Faria Lima terá estátua em homenagem a Satoshi Nakamoto Pós-Halving, comprar um pão em Bitcoin custa R$660? Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12)