Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Governo alemão ainda não parou de vender Bitcoin

O Bitcoin em posse do governo alemão é referente à uma apreensão da polícia da Saxônia, na Alemanha, em janeiro deste ano.

O governo alemão ainda não parou de vender seu montante em Bitcoin, e nesta segunda-feira (8) enviou outros 5.200 BTC (US$ 297,3 milhões) para Kraken, Bitstamp, Coinbase. Portanto, este seja o maior dia de venda do governo alemão até agora, foram mais de 16.000 BTC no total.

Atualmente, eles detêm 23.787,7 BTC (US$ 1,35 bilhão). Menos da metade do BTC originalmente apreendido do Movie2k permanece, conforme a empresa de análise on-chain Arkham. Portanto, a venda do governo alemão e o medo do despejo de Mt. Gox são os maiores fatores que derrubam o Bitcoin nesta semana.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

As novas transferências seguem as transações também desta manhã de segunda-feira, quando o governo alemão moveu 250 bitcoins para a Bitstamp, 250 bitcoins para a Coinbase e 500 bitcoins para um endereço não rotulado. Este último, é presumivelmente um serviço OTC ou uma corretora que não tem identificação.

O governo alemão ainda detém mais de US$ 2 bilhões em bitcoins, de acordo com Arkham.

De onde o governo alemão tirou Bitcoin?

O Bitcoin em posse do governo alemão é referente à uma apreensão da polícia da Saxônia, na Alemanha, em janeiro deste ano. Na época, as autoridades apreenderam 50.000 Bitcoins do antigo operador do extinto site de pirataria movie2k.

“Esta é a mais ampla segurança de Bitcoins pelas autoridades policiais na República Federal da Alemanha até o momento”, diz o comunicado de imprensa. O homem transferiu voluntariamente os fundos em Bitcoin para carteiras sob o controle das autoridades alemãs.

A apreensão é resultado de uma investigação conduzida pela Procuradoria Geral de Dresden, pela Polícia Criminal do Estado da Saxônia e pela investigação fiscal da Agência Fiscal de Leipzig II como Unidade de Investigação Integrada da Saxônia (INES).

A investigação também contou com o apoio do Departamento Federal de Polícia Criminal (BKA), do FBI e de uma empresa de TI forense de Munique.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica